ongrace.com

> Mensagem de Hoje

19/11/2009 - SUA VIDA É PARA LOUVAR A DEUS

  • Envie por Email
  • Imprimir



Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio (Salmo 115.17).

O salmista foi usado por Deus para abrir os olhos do povo acerca de vários assuntos – um deles é que os mortos não conseguem louvar o Altíssimo. No entanto, isso fala dos que já partiram para a eternidade ou daqueles que não nasceram de novo?

O louvor ao Nome do Senhor se dá verdadeiramente quando alcançamos alguma bênção, como, por exemplo, cura e libertação. Então, quando o homem fala “da boca para fora” que louva o Altíssimo, presta-Lhe uma adoração sem sentido. Quando, porém, é liberto de uma tentação ou recebe o toque divino em relação à cura de alguma doença ou à solução de outro problema, então, ele realmente tem condições de dizer: “Pai, eu O louvo por isso ou por aquilo”.

Certa vez, alguém definiu o louvor ao Todo-Poderoso como um ato por meio do qual Lhe agradecemos ou O elogiamos por algo que Ele fez em nosso favor – o que é bem diferente da adoração dada pelo simples fato de Ele ser Deus. Ora, louvar é enaltecer as qualidades ou falar das virtudes de uma pessoa. Como, então, poderíamos verdadeiramente fazer isso pelo Senhor, se Ele não operasse em nós?

O salmista diz que os mortos não rendem louvores ao Criador. Isso quer dizer que as pessoas que ainda não nasceram de novo não têm condições de louvá-lO. Então, os perdidos, mesmo tendo as melhores das intenções, não conseguem adorar a Deus, afinal, o louvor que Lhe agrada e, portanto, pesa no mundo espiritual é aquele feito quando os nascidos do Senhor recebem dEle a inspiração e, ajudados pelo Espírito Santo, entregam-na a Ele. Por sinal, temos várias orientações na Palavra de que o Todo-Poderoso só pode receber o que Ele primeiro nos deu (Romanos 11.35,36). Davi, por exemplo, disse que seu louvor viria de Deus na grande congregação (Salmo 22.25).

A morte espiritual, que veio sobre a humanidade quando Adão pecou (Romanos 5.12), dura até que o homem se converta e nasça de novo. Enquanto isso não ocorre, ele, por estar morto espiritualmente, não tem condições de louvar o Senhor, pois, sem nascer de novo, não recebe permissão para adquirir inspiração e toque divinos. Aliás, o próprio Cristo afirmou que, sem Ele, nada o homem pode fazer (João 15.5).

Meu irmão, o tempo de louvar é agora. Sendo assim, aproveitemos e vivamos intensamente a obra divina, fazendo-a com amor e dedicação, pois, para o nosso Deus receber o louvor que Lhe é devido, precisamos também levar mais pessoas ao novo nascimento. Assim, desfrutaremos desse privilégio santo de louvar o Senhor, pois, quando trabalhamos para Ele com o coração, Ele Se agrada e, como resultado, devolve-nos bênçãos multiplicadas.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração