ongrace.com

> Mensagem de Hoje

16/12/2009 - TEMOS DE SER SEPARADOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei” (2 Coríntios 6.17).

O pecado cometido por Adão fez um estrago muito grande no plano de Deus. Por um ato insano e deliberado, o ser criado à imagem e semelhança do Senhor (Gênesis 1.26) passou a ser dirigido pelo inimigo em uma invencionice maligna sem tamanho. Ele perdeu o respeito por si mesmo, passou a cultuar a criatura, entregou-se a paixões infames, tornou-se nulo em seu próprio raciocínio e teve o coração obscurecido.

A vinda de Jesus ao mundo pôs um ponto final nesse estado miserável do homem. Cristo sofreu o que teríamos de padecer e nos libertou das forças das trevas. Essa é a mensagem que temos de dar a todos. Não houve um que não fosse afetado pela morte – a natureza de Satanás. Não há, em lugar algum, um só que não tenha sido feito escravo do diabo (Romanos 5.12).

Ao pregarmos a Boa Notícia, o Evangelho, levamos libertação aos perdidos. Então, quem se encontra na idolatria, na feitiçaria e nos mais diversos descaminhos da vida, ao crer no que Jesus fez por ele, é liberto. Entretanto, há um perigo que ronda os filhos de Deus: apesar de já terem sido remidos pelo sangue de Cristo, são tentados a voltar às praticas antigas – e muitos retornam!

Existem indivíduos que mantêm o nome de cristãos, mas desenvolvem uma espécie de ritual que em nada agrada a Deus. Eles até usam o nome de cristão e se esforçam para parecer um, porém, cada vez mais se distanciam da Verdade. Seu culto é um emaranhado de coisas esquisitas que não encontram respaldo nas Escrituras e, portanto, não têm nenhum valor diante do Senhor; ao contrário, são repugnantes para Ele.

O versículo estudado nos orienta a manter distância dessas pessoas. Diz a Palavra que não pode haver comunhão entre a luz e as trevas (2 Coríntios 6.14). Só devemos aproximar-nos delas para lhes dar o recado do Senhor. Não podemos ter comunhão com elas, aceitar convites para suas festas nem banquetear com elas, tampouco concordar com suas práticas. O Evangelho nos orienta a sair do meio delas, apartar-nos, não tocar em suas imundícias para, então, sermos recebidos por Deus.

Quem serve ao Altíssimo precisa ter a atitude bíblica e jamais agir como um político que quer agradar a todos. Isso não quer dizer que não poderemos cumprimentar os perdidos, ou ser gentis com eles e estender-lhes a mão. Temos, sim, de deixar claro que suas práticas são condenadas pelas Escrituras e devem arrepender-se, a menos que não se importem com a perdição de suas almas. Faça a sua parte em obediência ao Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Olá Missionário, há pouco tempo assistido ao programa show da fé, através do qual conheci várias obras (livros, CD, revista show da fé etc.) através dos quais tenho...

A autoridade espiritual vem da comunhão da pessoa com Deus, diretamente. É certo -- e até necessário -- em muitos aspectos que essa autoridade seja reconhecida e abençoada...

»VEJA MAIS