ongrace.com

> Mensagem de Hoje

11/12/2018 - TRÊS QUESITOS IMPORTANTES

  • Envie por Email
  • Imprimir
Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala verazmente segundo o seu coração. Salmo 15.2


O rei Davi se sentiu intrigado, então fez uma pergunta ao Senhor e recebeu a resposta, a qual é o assunto a ser estudado nesta mensagem. Ele queria saber quem iria habitar no tabernáculo de Deus e teria o privilégio de morar no santo monte. Na resposta obtida por ele, encontramos 11 condições para obtermos tal bênção. Agora, veremos as primeiras três. Quem não cumprir a primeira não entrará nesse lugar maravilhoso.

A primeira exigência é andar em sinceridade, sem fingimentos, enganos e demais obras do inimigo. Enquanto o homem estiver no mundo, deve procurar a quem ofendeu, ou deu algum prejuízo físico, moral ou outro, e se acertar com tal pessoa. Quem chegar ao Juízo em dívida com alguém, ou com Deus, não será admitido para habitar no santo tabernáculo nem morará no santo monte. Cuide-se!

Os insinceros pagarão a pena pelos seus pecados. Tais pessoas têm a vida cheia de erros, apesar de saberem que não deveriam machucar os outros e fingir que nada fez. Ora, não se pode obter o perdão de uma pessoa, simplesmente dizendo: “Perdoa-me”, sem confessar o seu ato e se arrepender. Certa ocasião, Zaqueu mostrou a Jesus seu arrependimento verdadeiro (Lc 19.8), por isso o Mestre prometeu-lhe que, naquele dia, haveria salvação em sua casa. Lembre-se: enganar é errar duas vezes!

Somente andaremos com o Altíssimo, se estivermos com o coração puro. Como alguém pode se considerar perdoado, se procurou o ofendido e só disse: “Perdoe-me”? A Bíblia fala de frutos dignos de arrependimento (Lc 3.8). Se determinado gerente de uma empresa desviar muito dinheiro, comprar casas, criar empresas e, depois, for ao empregador e simplesmente dizer: “Perdoe-me”, mesmo que o seu patrão declare a tal gerente que está tudo certo, esse funcionário não foi perdoado diante de Deus.

A segunda tem a ver com o perdão completo. Quem não confessa, nem indeniza o montante roubado, pratica o roubo de novo. Se a nossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entraremos no Reino dos Céus (Mt 5.20). Não brinque com sua salvação! Se a confissão esconde um só detalhe relevante, não é confissão, é enganação. Vigie e ore para não se perder.

A terceira é falar verazmente. Quem faz uma confissão incompleta fala mentirosamente, pois seu coração saiba o que está sendo omitido. Portanto, essa pessoa está sendo usada pelo diabo mais uma vez. Além de não obter o perdão, erra ao tentar obter a absolvição de modo fraudulento, usando a artimanha de Satanás. Não ceda às obras do inimigo, ou você não entrará no Reino dos Céus. O fato de desejar ser perdoado é um aviso do Espírito Santo de que você não está bem. Porém, se usar de mentira, ficará pior!

Faça um exame das suas atitudes, do prejuízo dado a alguém, embora a extensão da sua maldade não seja conhecida por ninguém. Procure tal pessoa e acerte-se com ela enquanto está a caminho, porque, no Juízo, ela não lhe perdoará (Mt 5.25,26). O preço pago por falar a verdade não importa, e sim a sua salvação eterna. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor do Tabernáculo eterno! Quantas lutas fizemos uma pessoa passar, pelo fato de lhe termos maldade! Isso não pode ficar assim. Pedimos a Tua misericórdia e força para a procurarmos e confessarmos o nosso pecado. Ajuda-nos!

Não podemos deixar o inimigo nos iludir. Quando transgredirmos, contaremos o erro. Queremos fazer de tudo para restituirmos e zerarmos os prejuízos morais, financeiros, físicos ou outros causados pelas nossas ações. 

Que o Teu Espírito nos conduza a partir deste momento, lembrando-nos dos males cometidos contra alguém que confiava em nós. Prepara o nosso coração e o dos ofendidos para o encontro no qual nos limparemos de verdade. Misericórdia!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração