ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/04/2018 - UM ESCAPE PARA O MESTRE

  • Envie por Email
  • Imprimir
E ele disse aos seus discípulos que lhe tivessem sempre pronto um barquinho junto dele, por causa da multidão, para que o não comprimisse.    Marcos 3.9


Vale a pena consagrar-se a Deus como Jesus fazia. Mesmo sendo o Filho de Deus, Ele veio ao mundo como homem, despindo-Se da Sua condição divina. Para ser instrumento de bênçãos, o Mestre sempre buscava a vontade do Pai. Na ocasião da passagem bíblica, o povo poderia ficar descontrolado ao ver as maravilhas de Cristo. Por isso, Ele pediu aos Seus discípulos que preparassem um barquinho.

Essa lição deve ser empregada em toda a obra de Deus. As construções das igrejas, por exemplo, devem ser sólidas, edificadas com a melhor técnica e total proteção para ninguém se machucar. Depois de agirmos irresponsavelmente, não adiantará pedirmos ao Senhor que aumente a capacidade de peso da laje, a fim de suportar a multidão que se aglomera ou corre para chegar mais perto de quem está pregando. É preciso aprender a lição sobre segurança!

Na igreja, tudo deve obedecer a um só comando: a Palavra do Senhor. Não é certo deixar que os obreiros frequentem os lugares de descanso das obreiras; que um obreiro e uma obreira solteiros saiam para fazer visitas juntos ou se reúnam sozinhos para consagração em salas e subam os montes para orar sem a companhia de pessoas casadas e responsáveis. A qualquer sinal de má intenção, deve haver uma repreensão à altura do perigo que representa.

O Senhor estava sendo usado de modo especial, por isso nos deu a lição do escape. Ele poderia paralisar aquela gente, se fosse necessário, mas, ao ordenar a preparação de uma pequena embarcação, ensinava-nos algo. O Mestre queria que atentássemos para certos cuidados. Ele sabia Se consagrar e fazia isso com frequência. No entanto, na maioria das vezes, não percebemos as ameaças ao nosso redor por executarmos a obra de qualquer jeito.

Eliseu vivia em consagração e tinha um ministério especial da parte de Deus. Quando um de Seus discípulos deixou cair o machado no lago – e este era emprestado –, o profeta lançou um lenho na água e, desafiando a lei da gravidade, fez o machado flutuar (2 Rs 6.6). A operação divina só existe onde o líder e os liderados permanecem em consagração. Como estamos tratando da obra de Deus, sigamos Seus avisos.

Quem é instrumento do Todo-Poderoso deve ter atenção redobrada por causa das tentações. Também deve ser humilde, reconhecendo que toda a honra de suas ações é para o Senhor, pois Ele permitiu a realização delas. Andar em comunhão com o Pai fará você participar de muitas missões que alegrarão o coração dEle e dos necessitados. Desde o início do seu ministério, vigie e ore para se afastar dos enganos (Mt 26.41).

Deus deseja levantar Seus servos para sacudirem a Terra e dar aos sábios deste mundo a oportunidade de deixarem a louca filosofia humana e se encherem da sabedoria do Alto (1 Co 1.20). Todos os feitos do Senhor serão para a glória dEle. Tenha atenção aos limites de qualquer área da vida, financeira, espiritual, e respeite o seu próximo igualmente.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor, Mestre completo! Quantas lições Jesus nos deixou, como a do escape ou da prevenção para evitarmos acidentes na Tua casa ou em Tua obra. Ajuda-nos a entender e a reter tais ensinamentos.

Se nos prepararmos em oração e no estudo bíblico, seremos Teus instrumentos para evangelizar multidões e ensiná-las a Te amar. Precisamos dar a Ti o tempo que desperdiçamos com futilidades, as quais nos distanciam da Tua presença.

Quando as pessoas virem que somos usados por Ti, ocorrerá conosco como foi nos dias de Jesus, quando milhares se arrojavam sobre Ele para O tocarem. A Tua virtude saía do Mestre e sairá de nós para curarmos os doentes e libertarmos os oprimidos. Amém!

Assim como o Senhor fendeu as águas quando Moisés estendeu a mão sobre o mar, Ele agirá quando cumprirmos as Suas ordens em cada peleja. O inimigo jamais nos tirará das mãos do Onipotente. Uma vez iluminados por Deus, nunca fracassaremos nem negaremos Jesus, o qual nos resgatou. A maior bênção é saber que não seremos derrotados se obedecermos ao Consolador.

O trabalho do Santo Espírito hoje é usar-nos em tudo para sermos vencedores sempre. Agora, só depende de nós para que os resultados da obra realizada por Jesus em nosso favor se cumpram como foram planejados. Assim como Ele ajudou Moisés a levar mais de três milhões de pessoas à Terra da Promessa física, também nos ajudará a alcançar a Canaã celestial. Chegaremos lá se não desfalecermos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração