ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/02/2021 - UMA BÊNÇÃO A DESFRUTAR

  • Envie por Email
  • Imprimir
Então, pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou. João 8.59


Os religiosos são perigosos e em nada se parecem com os praticantes da Palavra de Deus. A conversa deles é de paz, mas, na verdade, não a conhecem. Se ouvem algo que lhes agrada, logo dão as mãos a essa pessoa; porém, se percebem que a doutrina dela traz pontos divergentes daquela que pregam, eles se voltam contra ela, demonstrando tanta raiva, que são capazes até de matá-la. Só se importam com a divulgação de suas ideias pelo mundo, como se fosse uma competição.

A falta de amor a Deus em alguém o fará agir como os facínoras, os quais já se venderam ao diabo para executar a vontade dele. O apóstolo Paulo discorreu sobre eles, dizendo: Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te (2 Tm 3.5). Viver em comunhão com os religiosos fará você se arrepender tremendamente mais tarde. A eles interessa ver a própria igreja, seita ou denominação crescer e as outras afundarem ainda mais.

Por outro lado, Jesus usou várias vezes o poder que precisamos aprender a utilizar para o nosso bem: ficar como se estivesse invisível aos olhos das turbas movidas pelo ódio do maligno. Isso é bem sério! Apesar de falarem em Nome de Deus, elas podem causar muitos males a quem não pertence ao seu grupo. De certo modo, assemelham-se com as torcidas organizadas dos times de futebol, que não têm o menor pudor em atacar quem torce por outro time.

Isso aconteceu em Nazaré, onde Jesus entregou o fenomenal sermão sobre a Sua missão. O povo resolveu precipitá-Lo do despenhadeiro ao ouvi-Lo falar da falta de amor, equidade e temor a Deus. O Mestre começou lendo Isaías 61, que fala do ministério que o Pai Lhe deu, e isso lhes agradou; no entanto, quando comparou a falta de fé que houve nos dias de Elias e Eliseu, impedindo o Altíssimo de abençoá-los, eles quiseram matá-Lo (Lc 4.29).

Quando Judas cumpriu o pacto feito com os sacerdotes para entregar o Salvador nas mãos do exército romano, Jesus Se deixou prender pelos soldados, porque sabia que aquele era o propósito de Deus, a fim de realizar o plano da redenção. Caso quisesse, Cristo poderia se livrar dos maus judeus, pois tinha poder de sobra. Mas, como já havia orado no jardim do Getsêmani, entregando-se à vontade do Pai (Mc 14.35,36), não Se importou com o que fariam com Ele. Era o preço a pagar em nosso favor!

Ao ver aquilo, Pedro reagiu cortando a orelha direita de Malco, servo do sumo sacerdote. Então, o Senhor o repreendeu, dizendo que guardasse a espada: Mas Jesus disse a Pedro: Mete a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu? (Jo 18.11). A paz demonstrada por Jesus naquele momento, mesmo sendo preso, é a mesma que Ele nos deu para usar nas situações anormais (Jo 14.27). Naquela hora, Ele agiu como Mestre!

O certo é agir somente dentro do querer do Senhor, o qual lhe será revelado ao ler a Palavra e meditar no texto bíblico que lhe saltar aos olhos. Não devemos ter pressa, pânico ou medo. Quem serve a Deus jamais deve deixar que o agitem. Assim, você não perderá a orientação do Pai celestial. Em Jesus, somos mais do que vencedores (Rm 8.37)

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai, nosso Instrutor nas decisões! Não podemos viver longe dos Teus planos, mesmo que a morte seja iminente. O Teu servo precisa saber que não é ele quem decide como Te agradar. Que a Tua perfeita vontade seja feita, para que sejas glorificado!

Não importam as ameaças! A Tua obra tem de ser o árbitro da nossa vida, e o Teu amor precisa dominar o nosso coração. Andar ao Teu lado e cumprir o Teu propósito devem nos mover em tudo. Diremos sim a tudo o que vem de Ti, pois Te amamos e honramos!

Agradecemos pelo poder de orar, a fim de escaparmos do ódio que nos fará mal. Na Tua bondade, temos a opção de aceitar o Teu bem e rejeitar a maldade do inimigo. Guarda-nos, e viveremos dentro dos Teus planos, da Tua sabedoria e do Teu amor. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

MIssionario o senhor me explica o que Paulo quis dizer em 1 Co 14.21 ??? Tenho certa duvida em relação a esse entendimento relativo a Is 28!! Obrigado...

O apóstolo faz referência às profecias de Isaías acerca do ministério que os gentios teriam com os judeus. Estes, embora povo escolhido e com inúmeros privilégios (veja...

»VEJA MAIS