ongrace.com

> Mensagem de Hoje

17/12/2011 - UMA DECLARAÇÃO E DOIS PEDIDOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



Em ti, SENHOR, confio; nunca me deixes confundido; livra-me pela tua justiça.

Salmo 31.1

Com essa declaração, o salmista demonstra que tinha provado o amor de Deus. Ninguém confia no outro por acaso, mas, sim, porque se convenceu pela palavra dessa pessoa que ela merece crédito, ou porque ela já provou que cumpre o prometido. O Senhor nos convida a provar que Ele é bom. Por isso, meu irmão, comece a crer nEle para a resolução dos mínimos problemas. Então, nos momentos de grande provação, será mais fácil confiar na manifestação poderosa do Altíssimo.

Perde muito quem não coloca a confiança em Deus quando é atacado. Se começar a exercitar sua fé mesmo nas pequenas coisas, ao passar por grandes provações, já terá aprendido a confiar no Senhor e partirá para a batalha, usando as armas da justiça e vencendo todo o mal. Sem dúvida, o Pai não deixará frustrado aquele que colocar a confiança em Sua Palavra.

Quem confia em Deus se lança na peleja com determinação; porém, o que age com medo de que, talvez, aquela investida não dê certo não consegue derrotar o inimigo. O diabo sabe quando falamos com fé ou “da boca para fora”. Então, caso ele não sinta firmeza em nossa ordem, não obedecerá a ela, ainda que a tenhamos dado em Nome de Jesus. Aquele que confia no Altíssimo não tem o menor temor de que sua determinação falhe.

O Senhor jamais deixará confundida a pessoa que deposita nEle sua confiança, da qual Ele precisa para a obra ser feita mediante Seu poder. Cristo afirmou que quem nEle cresse faria os mesmos prodígios realizados por Ele em Seu ministério terreno (Jo 14.12). Ele ordenava aos demônios que saíssem, e não ficava orando ao Pai que libertasse o endemoninhado; dizia ao paralítico que andasse e aos demais doentes que fossem curados. Quem confia no Altíssimo realiza as mesmas obras de Cristo.

Deus não fará algo novo para você que não esteja revelado em Sua Palavra. Quem deseja ser agraciado com um milagre deve crer no que a Escritura garante já ter sido feito. Então, com determinação, a pessoa precisa exigir a saída do mal. A luta contra as forças malignas tem de ser travada pelos filhos de Deus com a ajuda dEle. No momento em que o cristão tomar a posição de viver a liberdade dada a ele, obterá a vitória. 

Somos livres pela justiça divina, mas a Palavra declara que também fomos feitos justiça de Deus (2 Co 5.21). Portanto, não há nada que nos impeça de desfrutar de tudo o que Jesus fez em nosso favor. A justiça do Senhor se mesclou em você para fazê-lo realmente livre de tudo aquilo que o tem prendido ou oprimido.

Os possuidores dessa justiça não devem acovardar-se diante das provações, pois o maligno sabe que eles têm o direito de usar a autoridade concedida pelo Senhor. Por isso, ao menor sinal de resistência de um cristão, o adversário foge apavorado (Tg 4.7). Com a justiça de Deus em Cristo, somos invencíveis em todas as batalhas que o Pai nos permitir travar.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração