ongrace.com

> Mensagem de Hoje

23/02/2015 - VENDO A GUERRA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E aconteceu que, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Deus disse: Para que, porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e tornem ao Egito.  Êxodo 13.17

Ouça a mensagem

A retirada dos israelitas do Egito foi um ato planejado há milhares de anos e executado por Deus, segundo Sua presciência e Seu poder. Ela representa a nossa libertação do império das trevas, quando seríamos libertos do reino da maldade. Hoje, basta qualquer pessoa ouvir a pregação da Palavra e aceitar Jesus como Salvador para ser liberta da escravidão do diabo. No entanto, os efeitos da libertação ocorrerão dia após dia.

O caminho usado pelo Onisciente para levar Seu povo à Canaã, no âmbito natural, foi o mais demorado, porém era o correto, para que os filhos de Israel não voltassem ao Egito por causa da guerra. Se aquilo representava a nossa saída do reino infernal, a escolha desse trajeto nos ajuda a entender por que, algumas vezes, Deus não nos concede o que desejamos. A resposta é que Ele sabe de tudo.

Satanás não pode prender aquele que ouve a Palavra, mas, sem dúvida, fará de tudo para que o indivíduo se apavore com suas ameaças. Após o povo ter passado o mar Vermelho, Faraó juntou todo o seu exército e foi contra os israelitas, pois pensava que eles estavam perdidos e, assim, poderia tê-los de volta como escravos para fazer seus tijolos. Entretanto, o que ocorreu foi a derrota do soberano e do seu poderosíssimo exército (Êx 14).

Os filhos de Israel poderiam ter sido levados pelo caminho usado pelos filisteus, chegando à Canaã por uma caminhada normal de 11 dias. No entanto, eles precisavam ficar um pouco mais na presença de Deus para não serem enganados pelo diabo. Da mesma forma, temos de permanecer um tempo maior sob a instrução do Espírito Santo, a fim de não nos desesperarmos nas batalhas que, certamente, virão.

É incompreensível alguém se arrepender de estar no Reino de Deus. No entanto, como naquele tempo, hoje, muitos fracos decidirão retornar ao cativeiro. Há pessoas que só pensam no presente, nos assuntos que lhes dão certo prazer e, quando tentadas, voltam ao pecado. Mesmo sabendo do tanto que sofriam na prisão maligna, preferem o sofrimento eterno a lutar as guerras do Senhor.

Quando a batalha da santidade estoura, a dissolução do lar é iminente. Muitos não pensam duas vezes e tomam a decisão mais tola. É verdade que não é fácil estar debaixo do mesmo teto de quem usou e abusou da traição, continua mentindo e, se possível, fará tudo de novo. Por isso, não deixe de caminhar até chegar à Canaã celestial; mesmo chorando, caminhe, pois você voltará trazendo os seus feixes (Sl 126.6).

Foi o Senhor, que é amor e sábio em tudo, Quem os levou pelo caminho mais longo. Porém, em vez de ter aprendido as lições e tomado posse da nova terra, eles murmuraram e não creram em Deus. Por isso, peregrinaram no deserto mais 40 anos.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor, nosso Guia! Quantas vezes, por não entendermos o Teu plano, ficamos chateados, levantamo-nos contra os Teus desígnios e falamos o que não deveríamos. Agora, compreendemos o motivo de tantas longas caminhadas e pedimos misericórdia.

Quando não estamos firmados e enraizados em Ti, a guerra pode nos levar a voltar ao antigo dono. No entanto, libertos pelas Tuas aulas maravilhosas, desejamos caminhar até chegar à Canaã celestial e, lá, encontrar-Te.

Impede-nos de tornar ao Egito, pois não queremos estar debaixo do chicote do inimigo nem trabalhar para ele. A nossa vontade é Te servir, pois, assim, verdadeiramente seremos livres. Obrigado pelas Tuas lições.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração