ongrace.com

> Missionário Responde

04/07/2007 - Honrar pai e mae - Comportamento

Missionario, a muito tempo uns 6 anos meu esposo na epoca tinha 17 anos e foi pela minha sogra obrigado a entrar em uma faculdade mais eles como sao humildes não tinhas condiçoes de pagar e entao entraram nesse finaciamento do FIES que é do governo ela ficou de fiadora e um vizinho dela entao quando nos conhecemos e ele se viu livre da mae pq nos casamos e ele foi morara comigo desistiu da faculdde pq não era o que ele queria fazer não naquele momento em que ela forçou. Hoje depois que nos convertemos temos enfretado muitas dificuldades em relaçao a ela ela não aceita que samos pessoas diferentes reclamava muito que iamos mais na igreja do que na casa dela e sempre tentou influenciar na criaçao dos nosso filhos tb sempre colocando nossa filha contra nos e dizendo pra minha filha de apenas 4 anos que se nos brigassemos ou chamasse a atençao dela que era pra ela pegar a roupinha dela e fujir da nossa casa e ir pra dela essas coisinha sem cabimento. A ultima dela foi tirar a minha filha da creche sem autorização e sumir com a minha filha a tarde toda. Entao decidimos em meio a esta e tantas outras confusoes nos afastar pq ela estava destruindo nossas vidas e como tem aquele emprestimo que hoje esta no nome do meu mariod pq ele agora eh maior tem 24 anos ela disse que não iria mais pagar que ele que pagasse sendo que ele nem queria entrar na faculdade. E tb a divida é alta gira hoje em torno de 7.300 fora o que ela já pagou é justo isso ele ficar com o nome sujo e pagar por uma coisa que ele nem quiz que foi obrigado por ser menor e estar debaixo da autoridade dala? Isso é desonrar pai e mae.

Resposta:
A vida de quem é de Jesus tem de ser limpa e transparente. A pessoa que anda na Palavra assume suas responsabilidades e seus compromissos, jamais fugindo das conseqüências de suas decisões. Isso faz parte do testemunho cristão. Ora, se o seu esposo desistiu da faculdade do jeito certo, a dívida não pode estar tão alta. Será que ele simplesmente abandonou as aulas, sem o devido cuidado administrativo junto à escola? Outra coisa, você diz que ele era imaturo e, por isso, aceitou a imposição da mãe quanto aos estudos, mas não foi imaturo quando decidiu casar-se com você? Ora, as duas coisas aconteceram na mesma época, não foi? Sou pai e posso compreender perfeitamente a intenção da sua sogra, ao fazer todo o possível para que o filho tenha estudo. Se o curso escolhido não era do agrado dele, cabia a ele corrigir isso sem fugir da faculdade, deixando a dívida em aberto nas mãos da mãe. Isso tudo demonstra grande imaturidade e, tenho certeza de que se vocês procurarem nos fatos daquela época, vão encontrar vários outros exemplos de irresponsabilidade. Agora, em vez de ficarem reclamando da mãe/sogra, vocês devem assumir os erros e começar a corrigi-los, com bastante humildade, demonstrando espírito de reconciliação. Ponham tudo isso no altar do Senhor e roguem por sabedoria do alto. Depois, procurem a faculdade e os órgãos competentes e façam a renegociação da dívida, verificando se não seria possível seu esposo aproveitar esses valores num curso que lhe agrade. Agindo assim, seus parentes vão parar de associar a fé com irresponsabilidade e irão respeitá-los. O Espírito Santo fará o resto para levá-los a Jesus.


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração