ongrace.com

> Missionário Responde

17/09/2014 - “Levanta-te, resplandece…” (Isaías 60.1). - Comportamento

Enviado por: Vorlei

Missionário nasci na igreja, mas me desviei aos 18 anos e fui para o mundo fiz de tudo lá pequei muito o que me fez voltar para o senhor foi um ato que nunca pensei que faria. Tive relações com um travesti fui passivo dele. Nunca pensei que iria cometer um ato desse me arrependi no momento após o ato pois percebi o grave pecado que havia cometido. Voltei para a igreja faz 2 meses e estou buscando servir ao senhor desde que voltei a igreja cai uma vez em formicação com mulher e pedi perdão de novo. Busco a partir de agora servir a Deus com fidelidade e nunca mais me desviar dele. Mas meu problema e que não consigo esquecer e me perdoar pelo pecado de homossexualismo que cometi, isso me humilhou como homem. Missionário não consigo dormi, nem pensar direito fico apenas pensando no pecado que cometi, não consigo esquecer, embora eu saiba que Deus me perdoou pelo que ele diz em sua palavra. Me de um conselho missionário com posso continuar vivendo dessa maneira.

Resposta:
"Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis [este é o conselho do Senhor Espírito Santo e deve ser acatado, pois, o que é nascido de Deus não peca - I João 3.9]; e, se alguém pecar [o seu caso], temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo" (1 João 2.1). A função do advogado é solucionar lutas [consigo mesmo] de uma forma mais acelerada. Ele luta por você. A palavra de Deus ainda diz: "Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados" (1 Coríntios 11.31). Se você se julgou como errado na sua prática pecaminosa, deve acreditar que não será julgado, nem mesmo pela sua mente, pois: "Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas" (1 João 3.20). Está na hora de se levantar amigo: "Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti" (Isaías 60.1). Pastor ASSESSOR (A).


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração