ongrace.com

> Missionário Responde

12/01/2010 - Quaresma -

Enviado por: cleidiane aparecida passos ferre - Minas Gerais

Por que os evangélicos não guardam a quaresma?

Resposta:
Nem mesmo a imensa maioria dos católicos sabe o que significa a quaresma. Além disso, a Bíblia não ensina, em lugar nenhum, observar o jejum que deu origem à quaresma. Quando a Igreja Católica instituiu essa observância, lá pela Idade Média, o objetivo era observar 40 dias de jejum diuturno, como fazem os muçulmanos. A ideia era celebrar o jejum que o Senhor Jesus fez, antes de ser tentado pelo diabo (Mt 4). Como a observância fosse cada vez menor, instiuiu-se jejum de carne, isto é, os fiéis ficariam sem comer carne por 40 dias (o que acabou gerando uma outra festa, na qual se comia carne em profusão, logo antes do início da quaresma, na quarta-feira de cinzas). A observância foi diminuindo até chegar aos dias de hoje, em que se observa tal jejum apenas e tão somente na sexta-feira da paixão. Ainda assim, muitíssimos católicos acham que a proibição de comer carne na sexta-feira santa tem a ver com o sacrifício de Jesus na cruz, quando a verdade é que não há nenhuma relação. O espírito geral da observância da quaresma é incentivar a contrição e o arrependimento, visando o perdão dos pecados obtidos pelo Senhor Jesus na cruz (por isso a quaresma termina na Páscoa). Além do arrependimento ser uma atitude que, segundo a Palavra de Deus, tem de ser constante, cada vez que pecamos contra o Senhor (Tg 4.1-10), a confissão do pecado diretamente a Deus e o abandono dele garantem o perdão divino sem nenhuma penitência ou sacrifício necessários, pois o Senhor já Se sacrificou por nós definitivamente (1Jo 1.8--2.2). Por tudo isso, a igreja evangélica não vê razão para observar a quaresma, mas respeita profundamente os que a guardam.


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração