ongrace.com

> Mensagem de Hoje ...

13/04/2021 - UMA ALIANÇA COM O SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir



E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti e já não sou digno de ser chamado teu filho. Lucas 15.21

Jesus declarou que o Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8). Ele dá ao homem a oportunidade de começar de novo sem as manchas de uma vida errada e cheia de condenações na consciência. Quando entendemos a importância de nos arrepender dos nossos erros, o Consolador nos oferece uma aliança de perdão e vida eterna, mas, para isso ocorrer e passar a existir em nós, é necessário cumprirmos o que Ele nos ordena.

O jovem não se deixou levar só pelo sentimento, mas compreendeu que tinha de contar ao pai o seu pecado contra o Céu, e o fez na presença de Deus, reconhecendo que não podia mais ser chamado de filho. Em sua caminhada de volta ao lar, lembrava-se dos seus atos e do que deveria relatar ao pai; afinal, fazendo isso, poderia ser perdoado. Mesmo não se sentindo digno, queria ser tratado como um dos trabalhadores da fazenda.

O pecado é como uma escultura indestrutível, edificada por nós diante de Deus. Nada pode destruí-la, a não ser a confissão de um coração verdadeiramente arrependido. Na sua fé, o rapaz repetia o que diria ao pai. As Escrituras dizem: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia (Pv 28.13). Mesmo sendo abraçado pelo pai, ele reconheceu sua transgressão contra o Céu.

Quem cumpre a ordem divina descobre que o Senhor executa o prometido. Jonas tinha tudo para entrar na história como profeta obediente, e não como fujão. Ao enviá-lo para Nínive, a capital dos bárbaros assírios, Deus já o tinha preparado para levar aquele povo ao arrependimento. Jonas tentou fugir da missão e acabou no ventre de um grande peixe. Então, ele orou, prometeu obedecer ao Altíssimo e viu que Nínive era fácil de ser salva (Leia Jonas, do cap. 1 ao 3). Amém!

Em uma tempestade, os discípulos viram a figura de uma pessoa andando sobre as águas e julgaram ser um fantasma. Jesus os acalmou, dizendo “Sou Eu”, e Pedro falou: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas (Mt 14.28). Esse discípulo também andou sobre as águas, mas, ao tirar os olhos do Mestre, começou a afundar e gritou por socorro. Cristo o socorreu e o repreendeu, pois o servo tem de fazer exatamente o que lhe foi mandado. Deus é fiel!

A pessoa que muda as ordens do Senhor nega a Aliança feita, e, então, Ele não pode cumprir mais a Sua parte. Quem se nega a seguir o mandado divino se torna mentiroso e não poderá entrar no Reino do Céu. O Altíssimo decretou: Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira (Ap 22.15)

O mentiroso não será admitido no Reino da Verdade. O mais importante, depois de ter tido o encontro com o Salvador, é fazer o que sentiu ser necessário. Mudar o que foi acordado é romper com as promessas; logo, a pessoa perderá todas as bênçãos. Com Cristo, você é vencedor (Rm 8.37). Persevere para subir com Ele!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus que leva ao arrependimento! Como o filho pródigo, não podemos nos esquecer das Tuas palavras. Confessamos os nossos erros a Ti e a quem ofendemos. Ajuda-nos, Senhor, pois somos Teus filhos!

Aquele jovem foi verdadeiro reconhecendo sua iniquidade e não culpou o pai pela vida de pecados que havia adotado. Com humildade e coragem, quis ser aceito como um dos trabalhadores. Pai! O que podemos dizer agora, a não ser pedir a Tua misericórdia?

Somos falhos em todos os sentidos, pois, antes de termos pecado, deixamos de ouvir a Tua terna voz. Mas estamos arrependidos e necessitados de perdão e restauração, para não cairmos mais. Ajuda-nos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração