13/03/2020 - FALANDO DE TAL MODO

E aconteceu que, em Icônio, entraram juntos na sinagoga dos judeus e falaram de tal modo, que creu uma grande multidão, não só de judeus, mas também de gregos.

Atos 14.1

Quando deixarmos o Espírito Santo nos usar, falaremos tal como os discípulos. Paulo e Barnabé entraram juntos na sinagoga dos judeus. Devemos agir dessa forma quando as portas se abrirem para nós. A mensagem pregada nas doutrinas religiosas nada tem de especial. Por essa razão, seus seguidores vivem em conflitos: existenciais, familiares, sociais. A paz só existe em Jesus!

Se falarmos do modo mencionado no versículo, veremos o povo aceitar Cristo como Salvador. Porém, isso vem de Deus para a nossa realização pessoal e dos nossos ouvintes, não é algo que o homem faça por si. Ao nos expressarmos conforme o Altíssimo deseja, seremos ouvidos, pois todos querem conhecer a Palavra que traz cura, libertação e  felicidade. A solução do homem está em Cristo!

Conseguimos bem pouco ao falarmos como qualquer pessoa. O pior é que, diversas vezes, os convertidos se tornam mais filhos do Inferno do que eram antes (Mt 23.15). Mas, se declararmos algo em o Nome de Jesus, a colheita para o Reino de Deus se torna produtiva e maior. Temos de obedecer ao Santo Espírito (Gl 5.16,18), que tanto bem nos faz. A Ele a glória!

Não importa se quem nos escuta é religioso ou tem a mente treinada na filosofia ou outra ciência. Todos os corações clamam pela bênção divina e se realizam quando anunciamos as Boas-Novas como Jesus. Lembre-se de que precisamos fazer as mesmas obras executadas pelo Salvador, e outras ainda maiores (Jo 14.12). Caso contrário, estaremos perdendo tempo e enganando os outros. O enviado de Deus fala as palavras concedidas por Ele (Jo 3.34) e se alegra com os resultados!

As pessoas que nos ouvem jamais podem sair da nossa presença sem a comida verdadeira, ou teremos agido como o homem natural. A nossa disposição em sermos usados pelo Mestre as fará se alimentarem da poderosa Palavra. Só assim, a nossa missão terá sido cumprida.

Independentemente da crença de cada um, o indivíduo que nos ouvir decidirá pela Verdade, pois o Espírito Santo irá convencê-lo (Jo 16.8). Não há outra fonte de libertação, poder e santidade fora do Senhor. Nunca devemos fazer algo para Deus por partidarismo, competição, vingança ou outro motivo, além da obediência a Ele. A obra divina só pode ser realizada com a unção do Alto.

A verdade é que, quando uma pessoa bebe da Água da Vida (Jo 4.14), ela se entrega aos braços do Senhor. Só aceite as mensagens do Espírito de Deus. Temos de trabalhar de maneira correta, para não sermos desclassificados no Juízo. Pregue a Palavra sempre!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares