02/05/2020 - ESTRATÉGIAS DA GUERRA ESPIRITUAL

Sabendo-o eles, fugiram para Listra e Derbe, cidades da Licaônia, e para a província circunvizinha.

Atos 14.6

As guerras de Deus sempre devem ser conduzidas segundo Suas direções, pois a nossa luta é contra principados, potestades, príncipes das trevas e hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais (Ef 6.12). Precisamos vencer as batalhas travadas, porque isso glorifica o Senhor. Para tanto, é necessário buscá-Lo permanentemente. Assim, continuaremos invencíveis. Deus é fiel!

O Altíssimo é o Único que pode dar a diretriz segura. Portanto, as conquistas do homem fora dEle não serão consideradas vitórias, mas, sim, atrasos para a obra celestial. Ele há de guiar quem é chamado para guerrear Suas guerras. Os fiéis fazem segundo a Palavra e, por causa disso, verão o quanto é bom andar sob sua santa orientação. O Senhor vê o que o homem jamais veria ou sequer perceberia. Você só será vencedor com Ele!

Quando os apóstolos ouviram que havia um motim para os injuriarem e os apedrejarem, o Espírito Santo os instruiu a fugirem daquela cidade, conforme Jesus já havia ensinado (Mt 10.23). Deus sabe das coisas antes mesmo delas virem à luz. Ter a ajuda do Pai é fundamental, porque Ele conhece as estratégias das trevas. Sem Ele, o nosso naufrágio é certo. O Criador nos concede sabedoria!

Os apóstolos não fugiram da guerra, mas, estrategicamente, foram atender outras pessoas que viviam não tão longe dali, deixando o Senhor agir naquela situação adversa. Ao obedecerem à ordem celestial, eles levaram a mensagem a um número maior de pessoas. Seguir o Senhor sempre nos dará um sucesso superior ao que teríamos se agíssemos por nós mesmos, e o contrário também é verdade. Deus é poderoso!

Quem segue o Mestre não tem de planejar nenhuma saída, apenas orar para ver como proceder. Jesus é a Porta de saída de qualquer crise ou situação embaraçosa, por isso não há como o inimigo oprimir e derrotar o cristão. O Onisciente nos guiará por caminhos que o maligno desconhece. Deus é o Todo-Poderoso e o nosso Pai!

Por certo, ocorreriam problemas também em outras cidades, pois o Evangelho estava entrando em locais onde o diabo operava durante milênios, e uma das estratégias dele é acabar com quem fala do amor divino. Os apóstolos não tiveram medo, porque o amor é mais forte que a morte.

A Igreja foi edificada por Cristo, por isso o diabo não pode parar o crescimento dela. Crendo nessa verdade, os apóstolos só precisaram seguir as orientações do Espírito Santo. Mais tarde, Paulo voltou a Icônio para fortalecer a igreja. Desta vez, não houve mais aqueles motins contra eles. A glória e a honra sejam dadas a Deus! 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares