13/05/2021 - SALVANDO TODA A FAMÍLIA

Tão somente guarda-te a ti mesmo e guarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teu coração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos.

Deuteronômio 4.9

Quando os nossos olhos da alma foram abertos, conhecemos o amor de Deus que nos alcançou com a Verdade. Então, a nossa alma se encheu de felicidade, e passamos a amar o Senhor de modo lindo. Lembrávamos sempre que Ele nos fez livres e contávamos isso para todos com quem conversávamos. Era ótimo ir à igreja e nos sentíamos bem ouvindo a pregação bíblica. Aos nossos olhos, éramos as pessoas mais felizes da Terra. Tudo era maravilhoso!

Tão logo Deus começou a Se revelar a nós, o inimigo também iniciou a sua nefasta obra para nos separar do amor divino. A nossa única arma para enfrentar as lutas que se iniciavam era a fé em Cristo, a qual nos veio por darmos ouvidos às Escrituras. Porém, nós nos esquecemos de preservar bem a nossa alma. Esse guardar vem por ouvir a Palavra de Deus e não o nosso coração, pois este é desesperadamente corrupto (Jr 17.9). Vigie!

Quem passa a confiar em Jesus deve ser ensinado a ter sua esperança nEle. Assim está escrito: Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se afadiga nem deixa de dar fruto (Jr 17.8). A salvação é para todos da sua casa: E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa (At 16.31).

No entanto, não é isso que se vê em quase todas as famílias chamadas de cristãs. A culpa é a falta de conhecimento da Palavra. Nossos filhos e familiares têm se desviado da fé, indo para antros de perdição, onde há prostituição, desonestidade, idolatria e feitiçaria. Isso tudo nega Deus e o Salvador. O importante é guardar a nossa alma, para que a semente não fique sufocada entre espinhos (Mc 4.18,19). Misericórdia!

Esquecer as coisas mostradas pelo Senhor nos rouba a autoridade sobre a nossa família. É preciso contar repetidamente a todos o quanto sofríamos antes de encontrarmos a salvação em Jesus, pois, de outro modo, nunca veremos a promessa se cumprir em nossa família. Lembre-se de que muitos professores nas escolas não têm experiências com Deus, por isso fazem a cabeça dos nossos filhos para desobedecerem à fé.

Nunca aparte do seu coração a comunhão viva e real que você tem com o Senhor, pois isso imprimirá nos seus entes queridos um profundo amor a Deus. Quando enfrentarem tentações, eles não cairão nas mentiras do diabo, porque a fé em Cristo que, primeiro, habitou em você, agora, há de habitar neles: Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti (2 Tm 1.5).

Essa é a maneira de cuidar da sua família, que já tem o manto da salvação estendido sobre ela. Assim, ninguém se perderá. A obra do Espírito de Deus feita em você vale para sua casa. É fácil ter todos os seus familiares aos pés do Altíssimo, só depende de você, não é verdade?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares