21/06/2021 - INFELIZES TRANSGRESSORES

Ai dos que puxam pela iniquidade com cordas de vaidade e pelo pecado, como se fosse com cordas de carros!

Isaías 5.18

O exemplo desse versículo vem dos músicos habilidosos ou poetas que compõem letras de duplo sentido, fazendo apologia ao adultério, à fornicação e aos atos contrários às determinações divinas. Ora, o Senhor falou claramente: Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o Senhor, e o Senhor para o corpo (1 Co 6.13).

Os peritos em entretenimento e os doutores em aconselhamento, com Ensino Superior, pós-graduação, mestrado, doutorado, falam do pecado como algo agradável. Eles fazem isso se aproveitando da inocência de muitos. Porém, lembre-se: para o Criador, essas práticas são desagradáveis. Os líderes que, por medo da perseguição, deixam de advertir seus coordenados sobre tal erro desconhecem que o perseguido por causa da justiça é cidadão do Reino dos Céus (Mt 5.10)!

Enquadram-se nesse grupo: diretores de cinema, teatro e assemelhados, os quais, para ganhar um pouco mais, não hesitam em corromper muitos. Esses profissionais ignoram que suas produções são lixos do Inferno. Depois, aqueles cujos corpos são formosos não se importam em simular as cenas sensuais, pois servem a Satanás. Coitadas dessas pessoas corruptoras! A ganância diabólica as levará a um fim terrível. 

Esses artistas puxam pela iniquidade com cordas de vaidade aquilo que não satisfaz, e sim aguça o desejo imundo de quem ouve suas músicas, assiste a seus filmes ou observa suas pinturas. Isso é obra do inimigo, e não uma peça de arte. As cordas que produzem os prendem ao erro e os levarão à morte espiritual – a perdição eterna. Por que se prestam ao diabo, já derrotado, se podem servir ao Criador, que não os desamparará nos piores momentos?

Quantos indivíduos foram preparados para ajudar a humanidade a se libertar das obras malignas, mas se degeneraram pelo fato de produzirem trevas! Hoje, se eles ainda permanecem neste mundo, estão em verdadeira miséria espiritual, mesmo tendo dinheiro. Jesus os adverte do perigo: Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? (Mt 16.26). Misericórdia!

Consagre a sua vida ao Senhor, ofereça os seus dons, as suas habilidades e os seus talentos para dar ao homem sentido à própria existência, e não para levá-lo à condenação. Guie-se pelo bem e cumpra o plano de Deus. Quem cede à iniquidade é irresponsável e, depois de tudo, irá se lamentar para sempre. Seja sábio, acorde enquanto há tempo e abandone o erro definitivamente. Deus quer que você seja um vencedor.

Se for preciso viver como um pobre, não se desespere. Quem criou todas as coisas veio ao mundo sem ter onde reclinar a cabeça: E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça (Lc 9.58). Nunca diga não ao Senhor, mas sirva a Ele com o coração contente, sem medo de ser feliz!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares