22/09/2021 - FEZ O QUE ERA RETO

E fez o que era reto aos olhos do SENHOR, conforme tudo o que fizera Amazias, seu pai. 

2 Crônicas 26.4

Começaremos a estudar a vida de Uzias, filho de Amazias, rei de Judá. O seu pai foi morto por conspiradores, e o povo o tornou rei (2 Cr 25.27,28; 2 Cr 26.1). Na guerra contra Edom, mesmo Judá tendo sido vitorioso, Amazias desprezou o Senhor. Ele tomou os ídolos de Edom e os adotou como seus deuses (2 Cr 25.14). A partir de então, o diabo o fez errar muito. Os soldados dele lançaram dez mil prisioneiros do cume de uma rocha alta, e eles se arrebentaram (2 Cr 25.11,12). O monarca foi repreendido por um profeta, mas não se arrependeu (v. 16).

Vale a pena ver o que há de bom nas pessoas e imitar, Uzias é um exemplo disso. Ele reproduziu as coisas boas de seu pai. Agir de forma reta aos olhos do Altíssimo é a melhor decisão em todo o tempo, mesmo sem ter a compreensão total da vontade divina (Sl 1.1-3; Pv 19.23). Quem imitar os bons será lembrado como alguém que agradou ao Onipotente. Seremos julgados pelo relato das nossas ações (Tg 2.12; Ap 20.12). Vigie como tem andado (Ef 5.15)

Jamais deixe de ler a Bíblia! As lições contidas nela nos encaminharão para estarmos diante de Deus, e seremos conhecidos como servos que fizeram o Senhor feliz. Por termos o Espírito Santo nos ensinando, não cometeremos erros. A recomendação de Jesus é: Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos céus (Mt 5.48). Essa orientação nos livrará de muitas dores! Vigie, ore!

Os heróis bíblicos realizaram prodígios por todas as partes! Porém, não temos de nos espelhar só neles, mas, principalmente, em Jesus, o qual nunca agiu fora da vontade celestial! Quando era perguntado sobre as Suas maravilhosas obras que deixavam todos surpresos, Ele dizia que Deus Lhe ordenara a realizá-las (Jo 3.31-35). O Mestre falava sempre a verdade e, assim, deve crer e proceder todo aquele que O segue!

Cristo nos deu exemplo a respeito de como nos portar dentro e fora do ambiente da fé em Deus, sem esbarrar em nada. Quem O seguir jamais tropeçará, porque tem a luz da vida (Jo 8.12). Porém, se ignorar o ensinamento dEle, vai se equivocar tremendamente, pois conheceu a fé libertadora, mas preferiu o caminho obscuro da incredulidade (Jo 8.32). O Senhor concederá bênçãos àqueles que se assumirem na fé em Jesus. O diabo não os derrotará.

Quando tivermos partido desta vida, haverá pessoas referindo-se, de modo positivo, a nós e aos outros que cumpriram o ensino do Mestre, e elas também serão bem-sucedidas na fé. Temos de nos esforçar para os iniciantes na fé em Jesus agirem por meio dela. Caso contrário, a dúvida os levará aos caminhos maus. Quem aprende com o Salvador e faz igual a Ele serve de mestre para futuros convertidos (2 Tm 2.2).

Temos de ser como Paulo, que combateu o bom combate e se preparou para o dia de receber a coroa da justiça: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda (2 Tm 4.7,8).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares