13/10/2021 - AO MEU FILHO AMADO

A Timóteo, meu amado filho: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai, e da de Cristo Jesus, Senhor nosso.

2 Timóteo 1.2

Paulo assumiu o tratamento carinhoso demonstrado pelo Senhor a todos aqueles que aceitam Jesus como Salvador, chamando Timóteo de filho. Isso nos faz um grande bem. Sendo filhos de Deus, podemos levantar a cabeça sem nos submeter ao mal. Afinal, as Escrituras contêm inúmeras mensagens dirigidas a quem faz a vontade divina, aos que ainda desconhecem a Palavra e aos bem adiantados na fé.

Quem passa a confiar no santo Nome do Senhor, automaticamente, torna-se herdeiro de Deus e co-herdeiro com Jesus, podendo desfrutar de todos os recursos do Pai (Rm 8.17). A partir desse momento, a pessoa sente que será ouvida antes mesmo de orar e, pela fé, vê a resposta aos seus pedidos. A bênção maior virá na consumação dos séculos, quando Cristo vier nos tirar deste mundo louco e mau, a fim de nos levar aos Céus (Jo 14.2,3). Somente quem perseverar em fazer o bem subirá com Ele (Mt 24.13).

É incrível como o Senhor trata os convertidos, perdoando-lhes os pecados! Ele não guarda nenhum erro do passado deles em Sua memória. Quando alguém aceita Jesus como Salvador, as suas transgressões deixam de existir para Deus, o qual promete não Se lembrar delas, dizendo: Porque serei misericordioso para com as suas iniquidades e de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais (Hb 8.12).

O próprio Paulo era um fariseu que perseguia a Igreja de Cristo e, de todas as formas, tentava destruí-la (At 26.9-11). Porém, quando teve um encontro com o Mestre no caminho de Damasco, mudou sua maneira de agir e foi salvo pelo sacrifício de Jesus no Calvário (v. 12ss). De perseguidor passou a ser perseguido pela mesma razão: zelo de um fariseu que não conhece o Senhor nem o Seu amor. Ele viu o quanto maltratava os que passaram a ser seus irmãos na fé verdadeira.

Como um homem transformado pelo poder divino, Paulo começou a pregar o Reino de Deus e sofreu muito nas mãos dos antigos “irmãos”. No entanto, mesmo pagando um preço altíssimo para viver a fé no Filho de Deus, nunca negou sua fé no Salvador. A vida aqui é muito curta, mas, tristemente, conhecemos pessoas que se recusam a deixar o pecado e entrar na “arca” da salvação. Na volta de Cristo, elas se arrependerão tremendamente, mas será tarde demais!

O apóstolo entendeu a existência do Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Por saber que a missão do Santo Espírito é glorificar Jesus, ele saudou Timóteo, seu filho na fé com a graça, a misericórdia e a paz de Deus Pai, de Cristo Jesus, nosso Senhor. O Altíssimo Se compõe de três pessoas, mas um único Deus. Esse é um mistério para nós; porém, uma vez no Céu, entenderemos tudo, porque, com corpos glorificados, nós O veremos como Ele é (1 Jo 3.2). Creia nisso!

As três pessoas da Santíssima Trindade formam um único Deus. Como vimos, não é possível entender isso com a mente humana, e sim pela fé. O importante é termos o testemunho do Senhor, segundo o qual somos dEle, e isso nos alegra tremendamente. Deixe o Espírito Santo dirigir a sua vida pela Palavra, e você perceberá o quanto o Pai o amou. Permaneça firme até o fim!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares