12/11/2021 - UM CORAÇÃO DESEJADO

Quem dera que eles tivessem tal coração que me temessem e guardassem todos os meus mandamentos todos os dias, para que bem lhes fosse a eles e a seus filhos, para sempre! 

Deuteronômio 5.29

Nada se compara com a alegria que o Senhor sente em relação a quem tem o coração perfeito. Este será atendido em todas as suas necessidades, como diz este texto bíblico: SENHOR, tu ouviste os desejos dos mansos; confortarás o seu coração; os teus ouvidos estarão abertos para eles (Sl 10.17). Manso é quem tem prazer de se dobrar à vontade divina (Mt 5.5). No entanto, aquele que faz isso sem alegria precisa repensar seu procedimento.

Davi, o pastor de ovelhas cujo pai era Jessé, jamais seria o escolhido para ser rei em Israel, porque, sendo o oitavo filho homem daquele servo de Deus, teria de esperar que os sete primeiros falecessem para chegar o seu dia. Porém, como o Senhor via seu proceder diante de tudo e dEle também, não aceitou a indicação lógica do profeta Samuel, e Davi foi chamado para participar da reunião (1 Sm 16.1-13). Quem agradar ao Altíssimo nunca perderá a sua bênção!

Não haverá limites de respostas dos Céus para a pessoa que guardar os mandamentos. Assim, ela se tornará sábia em tudo, inclusive para orar e receber o retorno do Senhor. Moisés fala sobre isso ao mencionar os estatutos de Deus: Guardai-os, pois, e fazei-os, porque esta será a vossa sabedoria e o vosso entendimento perante os olhos dos povos que ouvirão todos estes estatutos e dirão: Só este grande povo é gente sábia e inteligente (Dt 4.6). Creia, ore e viva!

A falta de sabedoria nos afasta das grandes realizações. No entanto, quem as desejar pode pedi-las ao Senhor, porque Ele tem prazer em atender os Seus (Tg 1.5). Como já vimos, ela virá quando guardarmos os juízos de Deus. Também receberemos entendimento, cuja ausência nos faz tropeçar e sofrer as investidas do reino maligno (Os 4.6), levando-nos à destruição. Por que o homem não alegra o Senhor, aceitando-O como Amigo e Protetor? Vigie!

Jesus resumiu esse assunto, dizendo-nos como agir: Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele (Jo 14.21). Ele definiu assim a atitude de muita gente: Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou (Jo 14.24).

Aquele que não guarda os mandamentos divinos se esqueceu de Deus e abandonou a comunhão com Ele. Ora, o inimigo, vendo que você não está sob a real proteção do Senhor, irá levá-lo a se ressentir com o Onipotente. A Palavra afirma: Guarda-te para que te não esqueças do SENHOR, teu Deus, não guardando os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus estatutos, que hoje te ordeno (Dt 8.11). Isso é sério!

Ore pedindo perdão por ter se esquecido do Altíssimo e não guardar o que Ele tem feito você entender. Cristo declarou: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada (Jo 14.23). Creia!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares