29/11/2021 - A DECISÃO DE PAULO

Não que já a tenha alcançado ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. 

Filipenses 3.12

Sequer temos ciência de muitas coisas que já alcançamos. Somente os que habitam no esconderijo do Altíssimo descansam à sombra do Onipotente (Sl 91.1). A maioria das pessoas está agindo de modo errado, sem ler a Bíblia como deveria. Quando começam a aprender de Deus, nem se dão conta de que o inimigo as desvia daquilo que precisam fazer. Desse modo, esquecem-se das direções das Escrituras e vão à caça de coisas supérfluas.

Paulo menciona várias coisas importantes ocorridas na vida dele. Assim, ele relata: E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas e as considero como esterco, para que possa ganhar a Cristo (Fp 3.8). Essa também deveria ser a nossa bandeira. Se formos achados no Senhor, teremos a nossa justiça, que vem pela fé no Filho de Deus.

O apóstolo estava atrás da justiça que vem de Deus pela fé, porque queria conhecer o Salvador e a virtude da Sua ressurreição. Que alvo! Ele possuía o entendimento dessa parte da Palavra que mudaria para sempre a sua vida e a nossa também. Porém, dedicamos mais tempo na busca de objetivos que nunca nos ajudarão e, por isso, pouco conseguimos. Esta é a época de lutar para obter o favor divino. Fomos chamados para isso. Deus tem o poder!

Cada item que Paulo elencou nos versículos anteriores ao que estamos estudando tem muito a nos ensinar, se desejamos ser bênçãos nas mãos do Altíssimo. É triste ver que a maioria dos chamados pelo Rei dos reis só se importa com a aquisição de bens materiais e desprezam o melhor de Deus. Ninguém pode servir ao Senhor e ao imperador do mundo, o qual, diga-se de passagem, foi vencido por Jesus (Jo 12.31).

Temos de conhecer o que as aflições de Cristo nos comunicam, já que o mundo em nada Lhe agrada, e sim a alguns. Trazer no pulso um relógio caríssimo, andar em um carro considerado o melhor do mundo e viver em uma mansão de “tirar o fôlego” dos que vivem na carne não se comparam à vida com Cristo. Devemos viver no Filho de Deus, para Ele viver em nós. Assim, seremos o sal da terra e a luz do mundo. Decida pelo Senhor!

Considero a procura de Paulo para ser conforme o Senhor a maior prova do que ele passou para chegar a ser o obreiro aprovado (2 Tm 2.15). Quando Jesus foi desligado do Pai, morrendo espiritualmente (Mc 15.34), Ele pôde descer ao Inferno sozinho e vencer o diabo na sua própria casa (Cl 2.15). Estamos prontos a nos oferecer no sagrado altar do martírio? Deus recompensará para sempre a quem O amou acima de tudo!

O apóstolo disse que o seu desejo era chegar à ressurreição dos mortos. Que preço! Ele prosseguia para alcançar aquilo para o qual também foi preso por Cristo. Só tente ser o que Deus idealizou para sua vida. Cumpra com alegria o ministério dado a você pelo Filho. Aqueles que se despirem das vaidades serão ricamente vestidos para estar ao lado do Salvador!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares