23/02/2022 - O MAU EXEMPLO DE JUDÁ

E eu disse, depois que fez tudo isto: Volta para mim; mas não voltou. E viu isso a sua aleivosa irmã Judá. 

Jeremias 3.7

O reino de Samaria usou e abusou da paciência de Deus, fazendo coisas na intimidade do leito conjugal impublicáveis. Por isso, foi abandonado nas mãos do impiedoso rei Salmaneser, o qual levou os israelitas para diversas partes da Assíria. Eles nunca mais voltaram a se reorganizar, porque se dissolveram entre as nações. O preço a ser pago pelo pecado é alto demais. Vigie e clame sempre!

Antes da invasão assíria, o Senhor tinha enviado aos Seus profetas para pregar aos rebelados sobre o arrependimento, convidando-os a voltar para Ele. Do contrário, viriam sérias consequências. Tudo isso foi em vão. Então, a cerca de proteção foi tirada, e eles viram o quanto dói ser cabeça dura e rebelde. Por que Deus lhes deu essa oportunidade? Por causa do pacto que Ele havia feito com Abraão, Isaque e Jacó de abençoar as suas descendências (Gn 13.14-17).

O Senhor estava prestes a tomar mesma decisão com a nação de Judá, a qual foi governada pelos descendentes de Davi. Do mesmo modo que Se portara com Samaria, Deus lhes estendeu a mão, mas eles a recusaram. O Pai não deseja que Seu povo seja oprimido pelas trevas e, por ser justo, jamais permitirá que isso aconteça com quem conhece a Verdade e prefere não andar na luz. Veja se você está cometendo o mesmo erro e volte para Deus!

O Altíssimo chama Judá de aleivosa: traiçoeira. Ele não estava com raiva deles, mas, por não exercerem o juízo – algo determinado por Deus em favor dos oprimidos pobres e desassistidos (Jr 22.3) –, disse-lhes que seriam cativos na Babilônia durante 70 anos (Jr 25.11). Não seja alguém mau, e sim leve a libertação a quem vive sob as patas do demônio (Hb 12.12). Evangelizar com poder é o segredo que agrada ao Pai!

A traiçoeira nação de Judá viu a investida da Assíria, mas foi poupada, com a consequente derrota de Senaqueribe pelas mãos do Senhor, o qual feriu 185 mil dos seus melhores soldados em uma noite de glória (Is 37.36). Estes seriam os malvados que acabariam com os de Judá. Ora, eles não creram que Deus os protegeria de novo, então agiram como Samaria, a quem foi proposto o perdão que não foi aceito. Assim, pagaram pelo mesmo erro. Cuide-se!

Apesar do ocorrido com Samaria, o povo de Judá continuou agindo fora da Palavra, e o resultado foram longos anos de escravidão. Veja, não basta dizer que eles eram filhos de Jacó e, por isso, nada de mal lhes sucederia. Todo o trabalho de Deus no Egito para libertar os hebreus do cativeiro e, depois, assentá-los em Canaã foi desprezado por causa das atitudes ímpias. Receberemos tratamento diferente?

É bom não brincar com a sua felicidade eterna, pois, de uma hora para outra, o diabo investirá contra você e seus familiares. Quando isso suceder, se você estiver bem com o Senhor, Ele dará a Satanás o fim que merece. Porém, caso esteja “no vermelho” com Deus, você amargará a derrota. Acerte-se com o Pai celestial e viva livre das investidas do inimigo. Deus o aguarda!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares