30/03/2022 - A CHEGADA DOS CASTIGADORES

E bramarão contra eles, naquele dia, como o bramido do mar; e, se alguém olhar para a terra, eis que só verá trevas e ânsia, e a luz se escurecerá em suas assolações. 

Isaías 5.30

No que lhe foi mostrado, Isaías conseguiu observar a ameaça que desabaria sobre Judá no dia da visitação da sua iniquidade, comparando-a com o mar bravio. Mesmo sabendo que isso foi revelado a um dos homens mais usados por Deus, o povo não se emendou da sua rebeldia e caiu nas mãos do inimigo. Por que fizeram isso? Eles não temeram o Senhor, o qual lhes havia mostrado que o procedimento deles era completamente diferente do que devia ser. Vigie e ore!

Quem vive como quer, mesmo tendo aceitado Jesus como Salvador, terá dias de amargura e desespero, porque não dão a Ele o senhorio de suas vidas. Ora, aquele que não serve ao Altíssimo com amor – tendo e guardando Seus mandamentos – não será amado por Ele (Jo 14.21,23). Conserte-se agora para ser aprovado pelo Pai celestial e estar apto a fazer a obra divina com sucesso (2 Tm 2.15; Jo 14.12).

Os babilônios simbolizam os demônios, que vão sobre a presa com muito barulho, trazendo as obras das trevas – doenças, enfermidades, miséria, separação conjugal e demais problemas. Os fiéis a Deus possuem a garantia de que nenhum mal os visitará ou atormentará, pois assim diz o Senhor: Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda (Sl 91.10). Tenha fome em procurar os mandamentos, e você se saciará em cumpri-los! 

O Dia do Senhor será de angústia para os perdidos, mas de realizações para os salvos. Estes ouvirão os seus nomes serem chamados e, assim, entrarão e possuirão o Reino preparado para os servos de Deus desde a fundação do mundo. Muitos lamentarão os que vivem como se Cristo não fosse real e se dão ao pecado. Além de não terem vivido como deveriam, deixaram escapar a chance de se limpar das transgressões para subirem com Jesus.

Se alguém tiver a capacidade de ver toda a Terra verá o mundo mergulhado em trevas e aflições. De que valerão as armas mais potentes produzidas e estocadas pelas nações? Qual arsenal funcionará contra Aquele que criou tudo do nada? Eis a verdade: o Senhor virá para reinar sobre todas as coisas, e os perdidos, ao perceberem que não há luz em nenhum lugar, irão se desesperar, mas os salvos se regozijarão!

O mundo será coberto por tantas nuvens, que ninguém conseguirá ultrapassá-las, porque a mão de Deus impedirá que qualquer luminosidade resplandeça no Universo. O sol não brilhará, nem as estrelas reluzirão. Tudo cessará, e os não salvos enlouquecerão. Já os redimidos serão conduzidos aos Céus pelo Senhor. Esse evento será tremendo! Não haverá outro igual. A nossa entrada no Reino celestial está marcada!

A luz se escurecerá em suas assolações. Assim como ocorreu no Egito, quando veio a praga das trevas – durante três dias, ninguém se levantou de onde estava –, também sucederá na gloriosa volta do Rei dos reis e Senhor dos senhores (Êx 10.21-23). Todos os joelhos se dobrarão, toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor que era, que é e será para sempre (Fp 2.9-11).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares