03/04/2022 - EXERCÍCIO DE FÉ

E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se me não abençoares. 

Gênesis 32.26

Escrevendo a segunda carta a Timóteo, o apóstolo Paulo disse: Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade (2 Tm 2.15). Se Timóteo fosse um esportista escalado para um jogo, deveria apresentar-se de modo a não fazer feio perante o técnico. Da mesma forma temos de nos colocar diante de Deus, prontos para a Sua obra, depois de termos exercitado na Palavra e na oração (At 6.4).

Para mim, o fato de aparecer um homem lutando contra Jacó, quando este orava para ficar livre de Esaú – que ia encontrá-lo com 400 homens –, era como um exercício para o patriarca, a fim de determinar a mudança de comportamento no coração do irmão. Este, ainda no ventre materno, roubara dele o direito à primogenitura, nascendo na sua frente (Gn 25.24-26). Exercite-se para vencer suas crises e problemas!

Ao receber a notícia da formação de uma confederação de nações para destruir Judá, o rei Josafá percebeu que, sem a ajuda do Senhor, não haveria a menor condição de responder à altura dessa agressão. Só Deus podia fazer a obra. Então, o rei convocou todo o povo a ir até Jerusalém. Ele sabia que, se os habitantes de Judá estivessem firmes diante de Deus, o próprio Senhor Se encarregaria de dar a resposta merecida aos inimigos.

O povo concordou, dirigiu-se à cidade do grande Rei e se reuniu ali. Eram pessoas de toda a nação que se uniram ao rei para pedir misericórdia. Josafá abriu o coração perante o Senhor, pedindo ajuda, e o povo concordou em súplicas, para que lhes fosse dado o livramento. Na sua oração, o rei fez um relato histórico do que Deus realizara em favor deles e pediu que Ele julgasse os moabitas, amonitas e os de Seir, pois não haviam tocado neles quando estavam assumindo Canaã (2 Cr 20.1-14).

Aquele foi um dia de grande exercício espiritual, quando confessaram seus pecados e a fé no Todo-Poderoso. Homens, mulheres e crianças foram a Jerusalém. Ali, o Altíssimo respondeu de um modo que nunca pensaram ser possível. Eis as palavras do profeta Jaaziel: Dai ouvidos todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Josafá. Assim o SENHOR vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa, senão de Deus (2 Cr 20.15). Eles obedeceram!

Já Ezequias enfrentou uma das maiores provações da sua vida, ao ficar enfermo de um grave mal. O profeta Isaías foi chamado para interceder por ele, porém, ao chegar, o Senhor lhe deu um recado nada agradável: Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele Isaías, filho de Amoz, o profeta, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás (Is 38.1)

O rei precisava se exercitar e assim o fez: Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou ao SENHOR. E disse: Ah! SENHOR, lembra-te, peço-te, de que andei diante de ti em verdade e com coração perfeito e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo (Is 38.2,3). Proceda do mesmo modo e verá que Deus o ama também. A sua fé lhe mostrará a saída!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares