04/04/2022 - LIVRES DE ENFERMIDADES

E disse: Se ouvires atento a voz do SENHOR, teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o SENHOR, que te sara. 

Êxodo 15.26

Após terem passado pelo mar Vermelho, os israelitas foram levados por Moisés ao deserto de Sur. Era o início de preciosas lições que aprenderiam para ser o povo especial, como Deus planejara. Depois de andar três dias pelo deserto, eles voltaram em direção a Mara, mas as águas daquele lugar eram amargas. Murmurando contra Moisés, falaram: “O que beberemos?” (Êx 15.24). Ora, durante a jornada, eles não precisariam beber água!

Após Moisés ter buscado a resposta do Senhor, foi-lhe dito que atirasse um lenho naquelas águas, porque o poder divino iria purificá-las. O servo de Deus fez conforme ordenado, e logo as águas se tornaram potáveis (Êx 15.25). Esse pedaço de madeira simboliza um versículo bíblico que nos salta aos olhos. Então, depois que assumimos tal revelação e determinamos que a bênção aconteça, aquilo que está contaminado logo se torna abençoado.

Para que a espetacular obra naquelas águas fosse feita, o Altíssimo levou Moisés a clamar a Ele. As Escrituras registram esse momento: E ele clamou ao SENHOR, e o SENHOR mostrou-lhe um lenho que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces; ali lhes deu estatutos e uma ordenação e ali os provou (Êx 15.25). Foi preciso que o libertador orasse e Deus o usasse para a maravilha ocorrer, bem como para dar a todos os estatutos e uma ordenança.

Hoje, quando somos despertados para uma palavra nas Escrituras, podemos exigir que a dor e outros males saiam em o Nome de Jesus. Mas, infelizmente, a maioria do povo santo não é ensinada a tomar posse daquilo de que precisam. Muitos sabem de tudo, menos de como agir quando são atacados pelas aflições. Veja, nos evangelhos, Cristo, nosso Salvador, dá as orientações para fazermos a Sua obra!

Vamos ouvir com atenção o que nos é dito por trás dos ouvidos, pois é o modo de Deus nos revelar o Seu propósito. Após tomar posse disso, temos de cumprir a instrução divina que nos ensina: E os teus ouvidos ouvirão a palavra que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda (Is 30.21). O Senhor sabe nos guiar!

Quem ouve atentamente a voz de Deus pela leitura bíblica ou pregação da Sua Palavra torna-se alguém totalmente diferente e sábio, capaz de tomar decisões que as pessoas não entenderão. Por que nem todos conseguem a fé real? Certamente, porque não dão atenção ao Senhor (Rm 10.17)

Além de ouvir, devemos proceder retamente, inclinando-nos ao que o Pai diz. O importante é obedecer a Deus, guardando os estatutos. Assim, as Suas operações não serão impedidas, e Ele será o Senhor que nos sara. Creia e viva!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares