16/04/2022 - O DEUS QUE FAZ MARAVILHAS

Tu és o Deus que fazes maravilhas; tu fizeste notória a tua força entre os povos. 

Salmo 77.14

Jesus enviou os Seus discípulos a pregar o Evangelho em Jerusalém, na Judeia e nos confins do mundo, para que as pessoas tivessem o testemunho da Verdade, e os povos entendessem Quem Ele é, o que fez pelo homem e o que fará em favor de quem der ouvidos aos Seus ensinamentos (At 1.8). Somos instrumentos pelos quais o Espírito Santo Se manifestará com poder e glória. Assim, todos aprenderão a Verdade como ela é: a vida!

Deus sempre está presente e pronto a agir na vida daqueles que creem em Suas promessas. O salmista afirma que o Senhor é Quem faz maravilhas. Ele não está longe dos sofredores e é capaz de libertar aqueles que se encontram com problemas, dores e qualquer outro sofrimento. Se colocarmos o poder que Ele nos concedeu em ação, as pessoas verão os feitos realizados por Jesus sendo operados nelas e nos seus (Jo 14.12).

O fato de Deus ser o Único a fazer maravilhas significa que não há outro que cure os doentes, liberte os perdidos e salve os pecadores (Lc 7.18-22). Ele cumpre as palavras dos Seus servos, os quais, sob Sua direção, dirigem-se a todos os lugares para ministrar aos sofredores a Palavra que cura e salva. Ele é Perito em realizar prodígios que o homem jamais sonhou serem possíveis e faz tudo isso para as pessoas se libertarem do reino da morte!

Em cada geração, Deus mostrou a Sua força, para que as pessoas não se percam. Afinal, após a morte, não haverá qualquer oportunidade de alguém se redimir dos seus pecados. Ao observarem o Senhor em ação, libertando os possuídos e recuperando criminosos, as pessoas verão que ali havia duas forças em ação: a do bem e a do mal. Com Ele, os oprimidos serão livres, porque Jesus já destronou o diabo (Cl 2.15 – ARA).

Esta é a mensagem que todos precisam escutar. Aprendendo que podem ser libertos dos males, sem dúvida, irão Àquele que os convidou, uma vez que estavam cansados e oprimidos (Mt 11.28-30). Nas gerações anteriores, o Altíssimo fez notório o Seu poder no mundo. Em nosso tempo, pelo Seu Nome, Ele também deseja agir com a mesma notoriedade. Compete a nós trazê-Lo em cena, crendo na Sua Palavra.

Após Jesus voltar aos Céus, os Seus primeiros apóstolos começaram a cumprir a Sua vontade, proclamando as Boas-Novas. Seríamos loucos em tentar fazer outra coisa hoje, se um dia responderemos por não obedecermos às Suas ordens? Não. Com a mesma fé e coragem, entraremos nas nações e anunciaremos a mensagem pregada por Cristo, assim como faziam Seus verdadeiros discípulos.

Por que negar às pessoas do nosso tempo a chance de conhecer o Senhor, se temos o Seu poder e a Sua unção revestindo-nos? Aqueles que nos antecederam fizeram em Nome de Cristo o que Ele operava. Hoje, a cura da sociedade corrupta e perturbada pelas mais diversas loucuras está no poder do Nome de Jesus. Podemos agir depressa, para que muitos sejam salvos.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares