18/04/2022 - SOBRE OS ANJOS

Bendizei ao SENHOR, anjos seus, magníficos em poder, que cumpris as suas ordens, obedecendo à voz da sua palavra. 

Salmo 103.20

Esse Salmo começa com Davi orientando a sua alma a bendizer o Senhor. Isso será bênção aos que agirem assim hoje. Sendo Ele o Criador, nada mais lógico do que os seres planejados por Ele bendizerem o Seu majestoso Nome. Esse louvor nos promove espiritualmente. Quando precisarmos de ajuda, por estarmos em comunhão com o Senhor, poderemos utilizar o Seu Nome para sermos libertos (Lc 10.19).

A função dos anjos do Altíssimo é cumprir as ordens do Céu. Ao entendermos a vontade divina, determinaremos, e a revelação será realizada. Nunca devemos ordenar aos anjos que façam isso. Eles não obedecerão. Mas, ao determinarmos o cumprimento do que nos foi mostrado nas Escrituras, eles farão a parte deles. Ao darmos voz ao que nos foi apresentado nelas, o poder de Deus entra em ação e faz a obra!

Um dia, Josué estava em uma batalha contra os amorreus, e Israel ganhava. Porém, o Sol já iria se pôr, e o inimigo se reagruparia durante a noite; então, ele orou a Deus e determinou o que ninguém havia feito ainda: Sol, detém-te em Gibeão, e tu lua, no vale de Aijalom (Js 10.12b). A voz que deu à Palavra foi honrada!

O mesmo deve ser feito sempre que necessitarmos do Pai celestial. Primeiro, meditando na Palavra, depois orando para nos certificarmos de que aquela é a vontade de Deus e, em seguida, dando ordens para a obra ser cumprida. Somos os executores do propósito do Senhor. Viva preparado para colocá-lo em prática! Os que se aprontam para as pelejas triunfarão na hora da tribulação (Sl 46.1). O Senhor é fiel!

Abraão ouviu que Ló, seu sobrinho, havia sido levado cativo com sua família pelos reis que venceram os monarcas de Sodoma, Gomorra e demais cidades da redondeza. Então, o patriarca preparou 318 servos nascidos em sua casa e os levou para derrotar o inimigo. Isso nos ensina que cada promessa tem os seus servos à nossa disposição, por isso tomemos posse das bênçãos.

Os anjos acatarão as ordens do Alto; logo, retire qualquer pecado que queira aninhar-se em seu coração. Assim, a sua determinação terá êxito. Após ter orado, rejeite qualquer dúvida para a voz dada à Palavra permanecer: Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, de sorte que destruísse a obra das tuas mãos? (Ec 5.6). Vigie e vença!

Como vimos, Deus fez os Seus anjos magníficos em poder. Jamais julgue a operação deles pelo que você pensa, e sim pelo que o Altíssimo diz. O maligno, certamente, perderá a luta, se você se estabelecer na Palavra do Todo-Poderoso. Seja um parceiro do Senhor, indo com Ele até o fim (Lc 9.62). Quem confiar em Jesus nunca desconfiará da lealdade dEle!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares