21/04/2022 - O DURO PREÇO DA TRAIÇÃO

Peso dos animais do Sul. Para a terra de aflição e de angústia (donde vem a leoa, o leão, o basilisco e a áspide ardente voadora) levarão às costas de jumentinhos as suas fazendas, e sobre as corcovas de camelos, os seus tesouros a um povo que de nada lhes aproveitará.

Isaías 30.6

Isaías previu a iminente opressão sobre Israel e a tentativa de fuga dos que fugiriam do rei da Babilônia para o Egito por segurança. Ao não respeitarem a Palavra do Senhor, eles tentariam fugir de Nabucodonosor. Quando uma pessoa não está bem com Deus e sente que chegou o momento de pagar pela sua teimosia, procura qualquer lugar para levar o seu tesouro, como ocorreu naqueles dias com os israelitas. É preciso acertar-se na fé!

Até os animais do sul de Israel sofreriam com a ida dos filhos de Jacó em busca de ajuda a quem sequer podia fazê-lo. Ora, ao vir o inimigo como torrentes de água, arrastando o que encontra pela frente, o certo é não se afobar, mas buscar a direção certa ao lado de Deus. Por que as pessoas deixam o caminho da justiça e procuram apoio em alguma nação que nem consegue proteger-se do mal?

O Senhor usou o profeta cerca de um século antes de tudo acontecer, a fim de advertir sobre o erro que estariam cometendo. O grande país do Norte da África significava terra de aflição e angústia, e não de salvação. É triste ver cristãos mornos, sem servir a Deus, o Onipotente e único Senhor. Nos tempos de paz, eles faziam o que a carne apodrecida lhes pedia e, por causa disso, fugiam desperdiçando a sua riqueza.

Eles deveriam ter procurado o Egito com os servos de Deus, para que o povo egípcio, o qual os maltratou no passado, conhecesse o Senhor, que os levou à vitória. No entanto, eles cresceram e desprezaram Aquele que sempre cuidou deles. Na verdade, não era o Egito o que procuravam, e sim os deuses cultuados naquela nação. Estes foram motivos de zombaria, por meio das pragas nos tempos de Moisés (leia Êxodo, do capítulo 7 ao 12). Só o Altíssimo é Deus!

Depois de anos em Canaã servindo ao Todo-Poderoso e sendo servidos por Ele, os israelitas se encantaram com os ídolos daquele povo. Isaías profetizou ser aquela terra cheia de leoas, leões, basiliscos e serpentes voadoras – animais ferozes que destroem quem encontram pela frente. Entretanto, eles queriam “pagar para ver” se era assim, e viram, uma vez que não se curvaram diante do Senhor, a fim de serem socorridos por Ele!

O resultado do povo não buscar a Fonte do poder do bem foi o fracasso e tudo o mais que os alarmava com a notícia de que Nabucodonosor iria para ali. É bastante desagradável ver os protegidos por Deus fugirem como ratos. Por outro lado, vê-los resistindo em oração e no poder divino nos dá alegria, pois terão vitória!

Quem confia no Senhor não vive sobressaltado, nem abaixa a cabeça para os derrotados por Jesus. Somos o povo destinado a vencer (2 Co 2.14). Não importa o mal que o atingiu, e sim como você agirá diante de tal ameaça. Em Deus, há total liberdade!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares