19/03/2023 - QUEBRARAM O ALTO DA CABEÇA

Até os filhos de Nofa e de Tafnes te quebraram o alto da cabeça.

Jeremias 2.16

A falta de sabedoria do povo de Judá e de submissão ao Senhor o levou até os egípcios e às demais nações proeminentes no cenário mundial da época. Nofa se refere a Mênfis, a antiga capital do Egito, onde os israelitas iam buscar ajuda de modo rudimentar. Os seus habitantes se alimentavam da riqueza de Judá e Jerusalém, a qual era levada a eles por essas duas cidades, com o objetivo de ganhar aliados contra o governo da Babilônia, o qual estendia seus braços para o oeste.

Os habitantes das grandes cidades do Egito, a exemplo de Nofa e Tafnes, não se importavam em dar apoio aos israelitas contra Nabucodonosor – que, a cada dia, promovia a expansão do seu império –, desde que prometessem lhes pagar com suas riquezas. Para o Senhor, isso era uma humilhação – os egípcios estavam comendo sobre a cabeça dos israelitas. Nada do se que falava era aceito pelos que fugiam em direção ao Egito. No entanto, os babilônicos estavam chegando!

Os judeus refugiados no Egito tinham suas riquezas levadas, sem possibilidade de retorno à Terra Prometida. Era bem considerável o distanciamento entre Deus e os filhos de Jacó. As promessas do Todo-Poderoso de nada os ajudavam, pois sequer se humilhavam diante dEle. Algo semelhante tem acontecido com muitos que se afastaram do Corpo de Cristo, a fim de peregrinar pelo mundo, mesmo tendo sido os herdeiros das promessas. Que paradoxo inexplicável!

O nosso coração dói ao ver pessoas que, um dia, foram estrelas nas mãos de Deus, agora, sem brilho algum, caminhando nas mais diversas trilhas do pecado. Por que se deixaram levar pelas tentações, negando o testemunho da Verdade? Não sabemos o motivo de terem se afastado de Deus, a não ser que nunca tenham estado verdadeiramente nas mãos dEle. O Dia da volta de Cristo se aproxima, e como elas agirão quando isso ocorrer?

O diabo tentou Jesus oferecendo-Lhe toda a riqueza do mundo, se Ele Se inclinasse diante do maligno, mas o Mestre o repreendeu (Mt 4.9-11). O Filho de Deus veio salvar os perdidos, e, nos Seus dias, muitos chegaram perto da salvação. Porém, por amarem mais as trevas do que a luz, não O receberam como Salvador (Jo 3.19,20). Hoje, podemos dizer o mesmo de quem se vende por alguma ninharia. Misericórdia!

Os egípcios quebraram o alto da cabeça dos fracos israelitas que partiram para Mênfis. A glória que eles poderiam ter ao lutarem contra a gigante Babilônia e vencê-la, como Ezequias lutou contra Senaqueribe e o venceu, foi desperdiçada, pois se negaram a se humilhar diante da potente mão de Deus. Jeremias pregava aonde o Altíssimo o mandava, conclamando o povo a se voltar para o Senhor, mas, infelizmente, não foi ouvido.

Quem só enxerga o momento em que vive se esmera para prosperar um pouco, ainda que isso o leve ao lago de fogo e enxofre, coisa que não acredita mais. Um dia, essa pessoa parará sob o peso da realidade e clamará por misericórdia, mas será tarde demais. Sem o azeite para as lâmpadas, a entrada ao Reino dos Céus lhe será proibida (Mt 25.1-13). Não creia em nada do que lhe dizem em qualquer lugar. Lembre-se: o mundo jaz no maligno. Agarre a Vida e seja feliz!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares