17/07/2009 - A OBEDIÊNCIA DE ELIAS

“Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR, porque foi e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão” (1 Reis 17.5).

Servo que não obedece não é servo. Elias recebeu a missão de ir ao rei e admoestá-lo a respeito de sua conduta. Toda direção deve ser observada, por isso, nunca murmure sobre o local e a comida que lhe foram providenciados. Não discuta, não critique, mas acate a missão.

Quem serve a Deus jamais deve deixar de atender às direções que lhe são dadas. Quando cansamos de executar o que Ele nos ordena, fazemos cessar os Seus ensinamentos. Em Sua sabedoria, o nosso Pai nos orienta ao que é mais produtivo, e deixar de cumprir as ordens divinas é desprezar o melhor que Ele tem a nos oferecer. Quem escolhe o que fazer na obra de Deus faz a própria vontade e não a dEle. A vontade dos Céus pode ser um desafio, algo considerado perigoso; porém, ao obedecer, descobrimos que era o melhor para a nossa vida. Sempre faça o que lhe foi mandado.

Acabe e sua mulher, Jezabel, haviam instituído a feitiçaria em Israel. Em sua loucura, ele havia matado a maioria dos profetas do Senhor. Então, Deus escolheu Elias, um dos moradores de Gileade, e lhe deu a missão de ir ao rei e repreendê-lo. Cada missão vem com a autoridade necessária para ser executada. Humanamente falando, era perigosíssimo Elias cumprir o que lhe foi ordenado. No entanto, o Senhor toma conta de tudo.

Após repreender a Acabe, Elias ouviu a direção de que fosse para junto do ribeiro de Querite e ali habitasse. Ele não tinha de discutir com o Senhor e oferecer outro lugar para ficar, pois Deus já havia treinado alguns corvos para recolher carne e pão e levar diariamente ao Seu servo. Em outro local, não haveria suprimento. Sempre esteja onde o Senhor lhe tem determinado. A pior coisa é estar no lugar e no momento errados.

Como sofremos por não observarmos as direções. A sabedoria do Senhor é para ser aceita e não questionada. Ele sabe por que nos dá certas missões, para onde nos leva e o que coloca em nossa boca. Se obedecendo a Deus lhe for oferecido certo alimento, faça uso dele. Se lhe derem pousada em certa casa, aceite-a como a mais digna que os seus pés já foram colocados. Cumprindo as orientações dos Céus, você sempre será conduzido em triunfo. Nunca murmure pelo que o Senhor lhe ofereceu. Os israelitas no deserto não aceitaram o maná que lhes era dado e magoaram o coração do Senhor.

Seja grato por tudo: pelas pessoas que estão ao seu redor, pelo cuidado do Senhor e pela missão que Ele lhe concedeu. Junto ao ribeiro de Querite, Elias pôde ver como os Céus cuidam dos servos de Deus. Obedecer é provar que, de fato, cremos no Senhor.
 
Em Cristo, com amor,

R. R. Soares