24/02/2010 - SEMPRE EXAMINE O PLEITEADOR

SEMPRE EXAMINE O PLEITEADOR

“O que primeiro começa o seu pleito justo parece; mas vem o seu companheiro e o examina” (Provérbios 18.17).

A melhor maneira de começar um pleito é colocar tudo nas mãos do Senhor. Os filhos de Deus devem aprender a levar a Ele todas as ameaças, demandas e injustiças que estejam sofrendo e esperar nEle. Se agirem assim, sem dúvida, verão como o Altíssimo opera. Por exemplo, grandes somas têm sido gastas pelo povo de Deus na contratação de advogados, quando bastaria, simplesmente, submeter-se aos mandamentos que recebem com a pregação da Palavra e a leitura dEla.

Quando a pessoa inicia a sua questão, ela parece justa, dona do direito, mas a outra parte vem e a examina. Se ela tivesse levado sua causa ao Senhor, teria recebido a melhor instrução dEle. Tenho visto isso acontecer em casamentos que se dissolveram por falta de orientação. Nesses casos, uma das partes foi infiel, e a outra logo pediu a separação. Com o tempo, porém, a pessoa que foi lesada entendeu que, ela mesma, algumas vezes, esteve a ponto de cair em adultério, e só não o consumou graças à misericórdia divina, que a impediu de tal ato. Depois, já amadurecida e refeita da notícia – que nem de longe é agradável –, o que foi traído chegou à conclusão de que já era tarde para perdoar e aceitar de volta o cônjuge, pois este já havia constituído nova família.

Há outras causas que também têm originado separações, mas a Bíblia só autoriza isso em caso de infidelidade. Perceba que, diante disso, deixar de levar os assuntos ao Altíssimo é uma atitude que tem feito muitos tomarem decisões apressadas, as quais acarretam prejuízos.

Meu irmão, se alguém tem começado um pleito contra a sua vida, a melhor decisão é acalmar-se e levar o caso diante do Senhor, que, por conhecer todas as coisas mesmo antes que elas aconteçam, é o melhor para orientá-lo. Basta examinar os pedidos em que o opositor se baseia e, ao buscar a direção celeste, você terá condições de fazer sua defesa. No entanto, se você é a parte errada, não adianta usar de mentiras para tentar conseguir a “justiça” em seu favor, pois, no Dia do Juízo, a verdade real aparecerá. É melhor resolver suas questões aqui do que deixar para o dia em que não haverá “jeitinhos”.

Por isso, se o inimigo tem-lhe acusado de erros que você cometeu antes de nascer de novo, vá a Deus em oração e peça a ajuda dEle. No mesmo instante, observe o que o Altíssimo falará por meio de pregações feitas na igreja e da leitura bíblica. O que você aprender com o Pai celeste será a arma mais poderosa para enfrentar qualquer investida do maligno, pois o diabo jamais terá sucesso algum com quem serve ao Criador. Examine, portanto, os fundamentos do seu adversário e, dentro da revelação da Palavra, enfrente-o. Lembre-se de que o Senhor faz justiça em favor daquele que O procura!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares