08/06/2010 - COISAS RAZOÁVEIS

“E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas” (Atos 6.2).

Fazer a obra de Deus deve ser para o cristão como o ar que ele respira. Isso é a coisa mais razoável do mundo, uma vez que deixar de dar a sua colaboração no trabalho do Salvador é grande estupidez. O que há de melhor a ser feito pelo homem? Se, de fato, temos um Criador, a melhor opção é cumprir a vontade dEle, pois estaremos frente a frente com o Pai algum dia e, neste momento, daremos conta do que fizemos com a vida que Ele nos deu, os talentos que colocou em nós e as oportunidades a nós concedidas, as quais desperdiçamos.

O ministério da Palavra é o maior de todos, e, ao falarmos do Evangelho, estamos dando ao Senhor a nossa boca como Seu instrumento. Certamente, Ele cuida do vaso que usa e o recompensa. Muitas vezes, quando estou ministrando no púlpito ou pessoalmente a uma pessoa, Deus me dá respostas referentes àquilo que eu precisava saber. Se há algo que uma pessoa deve aspirar é ao ministério da Palavra de Deus. Nada se compara ao privilégio que Ele nos dá de entregar ao povo a Sua mensagem.   

O nosso serviço no Evangelho é comparado ao sal que dá sabor (Mateus 5.13) e não permite a degradação da sociedade. Se o mundo ainda não pegou fogo, é por causa dos filhos de Deus que vivem no altar e não se cansam de falar do amor divino. As demais atividades da vida são boas – a do gari que limpa as ruas e recolhe o lixo, do agricultor que planta o alimento, dos médicos que fazem um trabalho maravilhoso, dentre outras –, porém a função mais útil é a pregação da eterna Palavra de Deus.

Sem dúvida, quem conceder seu tempo, talento e tudo o que se faz necessário para ajudar na pregação do Evangelho será ricamente recompensado. Pense nisto: se o valor de uma alma é maior do que todos os bens que existem, quem ganhar ao menos uma estará realizando o melhor investimento. Não se preocupe com as coisas deste mundo, mas com a sua felicidade eterna.

Deus criou todas as coisas (Gênesis 1) e, sem dúvida, poderia ter criado outra raça humana, sem a fraqueza da nossa. No entanto, Ele nos amou e preferiu resgatar-nos. Meu irmão, é um tipo de amor que não entendemos. O Senhor realmente tem um plano muito lindo para a sua vida, por isso não desperdice a sua felicidade. Sem o Altíssimo, você sofrerá eternamente.

O inimigo usa vários artifícios, aos quais damos o nome de oportunidades, para desviar os filhos de Deus da recompensa que haverão de receber se forem fiéis ao Pai. Envolva-se mais com a obra de evangelização. A sua felicidade depende da sua decisão.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares