08/07/2011 - DÊ A SUA ORDEM!

“Quando te abaterem, então, tu dirás: Haja exaltação! E Deus salvará ao humilde.”
Jó 22.29

    O inimigo trabalha sem cessar para nos tirar da posição de libertos pelo Senhor e, às vezes, consegue fazer com que fiquemos abatidos. Ele anda ao nosso derredor em casa, no trabalho, onde quer que estejamos, para nos tentar, atrapalhar a nossa vida e fazer com que tropecemos em algum dos seus obstáculos. Vigie para você não cair em suas armadilhas.
    Somos atribulados por pessoas que se deixam usar pelo demônio. Ora, se ele tenta os que estão firmes no Senhor, quanto mais aqueles que ainda não conhecem a Verdade e, por isso, estão em suas mãos! O melhor a fazer é manter-se de pé e não se deixar levar por nenhuma das suas tentações, pois, com elas, sempre haverá a derrota. Vigiar é tomar conta da sua posição em Cristo.
    Se tivermos culpa pelo ataque adversário, por causa de algum pecado, uma tentação que aceitamos ou outro erro praticado, basta pedirmos o perdão divino; assim, estaremos “tirando a lenha” que alimenta o fogo da transgressão, e, então, as chamas da iniquidade se apagarão. Logo após a tentação, o demônio passa a nos convencer do erro sugerido por ele, o qual, na maioria das vezes, nem foi consumado. Fique firme na Palavra, pois, desse modo, você derrotará o adversário.
    Muitas vezes, sem perceber, deixamo-nos envolver pelos assuntos da vida e, com isso, afastamo-nos de Deus. Jesus falou que os cuidados da vida, a fascinação das riquezas e a ambição de outras coisas tornam a Palavra infrutífera (Mc 4.19). Vigie, pois o inimigo é capaz de tentá-lo, e você poderá nem notar que a oferta dele sugere a você, por exemplo, a ideia de algo ilícito que lhe dará muito lucro.
    Sempre busque a vontade divina e esteja em contato com as Escrituras, pois elas nos santificam, regeneram e dão todas as condições para nos livrarmos das tentações que surgem em qualquer área do nosso viver. Quem fizer da Palavra do Senhor o seu Companheiro e o Senhor de sua vida jamais tropeçará.
    Julgue tudo com base na Palavra; assim, não tropeçará. Se a decisão a ser tomada é muito urgente, do tipo “pegar ou largar”, largue, pois Deus jamais trabalha sem ter planejado. Ele sabe os pensamentos que tem a nosso respeito (Jr 29.11). Primeiro, o Altíssimo planeja e, então, revela-nos Seus propósitos. O que vem, de repente, pode ser a nossa perdição.
    Se você não vigiou e, consequentemente, caiu em tentação, não se desespere nem fique prostrado. Entre na presença divina, fale com o Senhor a respeito de tudo, confessando-Lhe todos os detalhes, e peça-Lhe perdão. Em seguida, creia que Ele o ouviu e dê a sua ordem em Nome de Jesus. A fé tem de ser usada para desfazer todas as investidas infernais que caíram sobre você. Deus é com aquele que crê no que Ele fala.

    Em Cristo, com amor,

    R. R. Soares