06/12/2011 - ORAÇÃO SÁBIA

 

Lembra-te de mim, SENHOR, segundo a tua boa vontade para com o teu povo; visita-me com a tua salvação.

Salmo 106.4

Tudo o que foi escrito na Bíblia foi dirigido pelo Espírito Santo, de modo que podemos dizer que o que foi registrado é a vontade divina para nós (2 Tm 3.16). O versículo destacado é a oração que Deus deseja que Seus filhos façam, pois é a que mais Lhe agrada. O salmista foi usado para nos dar dicas, as quais, ao serem seguidas, irão levar-nos a participar da mesma graça de que ele desfrutou: ser ouvido e atendido pelo Senhor.

É bom que o Altíssimo sempre Se lembre de nós, pois, se for executar um plano de destruição – como fez com Sodoma e Gomorra – ou permitir que algo mau aconteça em algum lugar, Ele poderá tirar-nos de lá. O mesmo ocorrerá quando estivermos prestes a cair em alguma armadilha do inimigo, ou se algo ruim estiver planejado para nos acontecer. Por isso, o melhor é sempre ter o Senhor a nos olhar e a Se lembrar de nós.

Entretanto, tudo isso será melhor se estiver de acordo com a boa vontade de Deus para Seu povo. Devemos seguir a orientação que vem do próprio coração do Onipotente, a qual tem de guiar nossas orações; assim, seremos atendidos por Ele. Portanto, não aceite nada como se viesse de Deus se não for segundo o querer dEle, pois o diabo é mestre em nos infligir suas mazelas, fazendo-nos crer que são obras do Altíssimo.

A boa vontade do Pai fez com que Jesus sofresse as nossas transgressões, doenças e todo o mal que deveríamos carregar. Ora, Deus jamais desejou que sentíssemos dor, por isso colocou todas as nossas dores sobre Seu Filho. O mesmo ocorreu em relação ao pecado e ao castigo que nos traz a paz: tudo foi levado por Cristo. Por isso, o Senhor quer sempre nos lembrar do que já fez em nosso favor. 

O desejo do Todo-Poderoso se dá a conhecer nos relatos do que sucedeu com os patriarcas que Lhe serviram nos tempos bíblicos, bem como foram guardados e protegidos, prosperando de modo abundante. Isso mostra que o Pai celeste sempre Se lembrou deles e, com isso, pôde fazer-lhes o bem. Então, não deixe de pedir que isso ocorra com você, porque, nos dias de hoje, nós fazemos com que a divina atenção não nos abandone.

O salmista ainda pediu que o Senhor o visitasse com a salvação, o que inclui cura, proteção, prosperidade e demais bênçãos. Ser visitado desse modo quando estamos passando por alguma provação na área da saúde, por exemplo, faz um bem tremendo, e o mesmo ocorre em relação ao perdão, quando “escorregamos” em algum mandamento.

A salvação, com todas as bênçãos inerentes a ela, é o melhor que nos pode acontecer. Então, observe as orientações do Altíssimo e ore de acordo com elas, pois são a vontade dEle para todos os Seus filhos. Além disso, não aceite nenhum tratamento supostamente da parte de Deus, a não ser que esteja de acordo com a revelação da Sua Palavra. 

Em Cristo com amor,

R. R. Soares