23/12/2011 - DIGNOS DA SUA VOCAÇÃO

Pelo que também rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação e cumpra todo desejo da sua bondade e a obra da fé com poder.

2 Tessalonicenses 1.11

Nas mensagens anteriores, estudamos um pouco sobre a intercessão, que deve ser feita em favor de todos, inclusive dos irmãos em Cristo. Temos certa autoridade sobre a pessoa a quem apresentamos o Evangelho, pois nos tornamos responsáveis por ela. Por isso, podemos abençoá-la e, ao vermos que está em perigo, devemos orar com determinação para que o mal não a domine ou destrua. Não deixe de orar por aqueles que você evangelizou.

Uma coisa a observar é que Paulo não rogava por coisa incerta, pedindo ao Senhor que, simplesmente, abençoasse os irmãos de Tessalônica. Ele era claro e objetivo em seus pedidos. Desta vez, ele enumerou três pontos pelos quais suplicava por aqueles irmãos. Seja sempre claro e preciso em seus pedidos, pois quem não sabe pedir nem sempre conseguirá o que deseja.

Para Paulo, era de suma importância que seus filhos na fé fossem dignos da chamada que tiveram. Imagine alguém não corresponder ao perdão, à cura e à libertação que recebeu. Como dói ver alguns irmãos agindo como incrédulos. Deus não nos chamou para a impureza, para o pecado, mas, sim, para participarmos de Sua natureza, santidade e de Seu poder.

Faça um autoexame e veja se você tem cumprido o que o Senhor lhe tem dito. Um dia, seremos chamados perante Sua santa presença e, então, daremos conta do que fizemos ou deixamos de fazer com os talentos que nos foram confiados (Rm 14.12). Ninguém poderá responder por nós. Se tivermos desperdiçado o ministério a nós outorgado, poderemos ser lançados nas trevas exteriores (Mt 25.30).

Se você for digno da chamada que o Altíssimo lhe fez, Ele cumprirá tudo aquilo que lhe tem prometido; afinal, a bondade divina tirou você do império da morte e o transportou para o Reino dos Céus (1 Pe 2.9). Com as condições propícias, a benignidade dEle operará maravilhas em seu benefício.  

Os planos do Onipotente para você são muitos. Na verdade, não há uma só pessoa a quem Ele recebeu por filho para a qual não tenha planejado boas coisas. Não seja o responsável por algum desejo do Senhor não se cumprir, como aconteceu com o rei Saul (1 Sm 15.11). Deus Se alegrará com seu sucesso.

Tendo o caminho aberto, o Todo-Poderoso cumprirá a obra da fé com poder em sua vida. Ele é tremendo em todas as Suas operações e só precisa que o homem creia a fim de operar o que for necessário. Busque na Palavra o que Ele tem a dizer e, então, creia. Dessa forma, você colocará o poder do Alto em operação.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares