09/02/2012 - É BOM BENDIZER SEMPRE

Nem tampouco os que passam dizem: A bênção do SENHOR seja sobre vós! Nós vos abençoamos em nome do SENHOR!

Salmo 129.8

Há filhos de Deus que, pelo modo como vivem, não parecem ser membros da família divina, pois a maneira de falar e agir é bem diferente do padrão bíblico. Precisamos ser alegres, bem dispostos, e ter sempre uma mensagem da parte do Senhor para transmitir aos outros. Até mesmo os nossos gestos têm de falar do amor do Pai; com isso, conseguiremos fazer o bem para um incontável número de pessoas.

É sempre bom abençoar. Muitas vezes, há indivíduos que estão debaixo de uma grande provação e, quando ouvem um servo de Deus abençoá-los, a saudação de fé os levanta e, assim, eles conseguem obter a vitória sobre o mal que os cerca. Sabendo disso, jamais permita que o inimigo o use para amaldiçoar alguém, ou mesmo rir da sorte daqueles que, por não conhecerem a Palavra, vivem como o diabo gosta.

Por outro lado, fica a pergunta: por que não ministrarmos a bênção se tudo o que determinarmos em Nome de Jesus Ele próprio fará? Não haverá uma vez sequer que o filho de Deus abra a boca e o Senhor não confirme o que ele diz com Seu poder. O Altíssimo só precisa que ocupemos o nosso lugar determinado em Cristo para que Ele possa fazer o que prometeu. O Todo-Poderoso jamais falha em qualquer das Suas promessas.

Agora, é preciso prestar atenção ao modo como abençoamos, pois tal bênção sem fé não passa de uma saudação. Na verdade, a palavra que liberarmos a alguém deve ser sempre pela fé, a qual nos é fornecida por meio das Escrituras. Ora, está escrito que sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). Por isso, agir pelo impulso humano não traz solução! Ainda que haja uma melhora significativa na vida de uma pessoa atormentada por um espírito maligno, se este não sair, de fato, pela palavra da fé, ele voltará com mais sete piores do que ele (Mt 12.43-45).

Note que a promessa feita por Deus tem efeito somente quando agimos em Nome de Jesus, o qual nos dá a capacidade para cumprirmos a vontade divina e ordenarmos ao mal que saia. Se agirmos nesse Nome, seremos atendidos do mesmo modo que o Mestre seria se tivesse dado a ordem pessoalmente. Quando ministramos em Nome de Jesus, o poder do Altíssimo opera da mesma maneira que atuava antes, mediante as ordens de Cristo.

A melhor coisa que você pode fazer pela humanidade é tornar-se um semeador de boas-novas. Aqueles que não derem ouvidos ao que o Senhor os move a realizar serão condenados pelo pecado da omissão, como aconteceu com a aldeia de Meroz (Jz 5.23), a qual não se envolveu na luta que Deus travava contra o império das trevas.

Então, sempre tenha palavras abençoadoras em seus lábios, pois elas têm poder. Não importa a quem, nem que sofrimento um indivíduo tenha; ao dar a ordem em Nome do Senhor, você põe o maligno para correr, e, assim, a obra divina é realizada. O Pai está à procura de parceiros que executem Sua vontade nos dias de hoje.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares