28/05/2012 - CONVITE IRRESISTÍVEL

O meu amado fala e me diz: Levanta-te, amiga minha, formosa minha, e vem.

Cantares 2.10

A melhor coisa que já me aconteceu foi ter ouvido o Evangelho pela primeira vez. Em um abrir e fechar de olhos, a minha vida mudou para sempre; desde então, sou filho de Deus e, na linguagem de Cantares, a amiga formosa, a noiva querida do Apocalipse e um dos redimidos do meu Senhor. Aguardo ansiosamente o meu Salvador, para entrar com Ele em Seu Reino de amor.

O meu amado Senhor fala comigo. Ele guia meus passos, protege-me das astutas ciladas de Satanás e me conduz em triunfo. É tão bom ser amado assim pelo meu Deus, que não consigo nem pensar que, um dia, pudesse vir a me perder! Por Ele, sou capaz de renunciar a todas as coisas; afinal, só Ele me interessa. Estou fechado com Ele para sempre. Nem sei se aguentarei quando Jesus me convidar para entrar no Reino do Seu Pai.

A voz do Pai me emociona. De fato, o que Ele me diz me enleva e me faz suspirar de contentamento. Foi Ele quem me convenceu a desistir da ideia de ser médico, de ir para Moscou estudar Medicina. Deus me chamou para pregar Sua Palavra, fez-me Seu cooperador, ministro do Seu Evangelho, e me livrou da lei do pecado e da morte. O meu Senhor me fala sempre sobre Seu propósito em cada decisão a tomar.

Deus me quer de pé. Sua ordem é que eu me levante para não ficar curvado pelos fardos desta vida, não me entregar a nenhum tipo de pecado nem me enganar com as sujas ofertas do diabo. O Senhor cuida de mim pelo Seu Santo Espírito e, com Ele, jamais tropeçarei; por Ele, ficarei de pé e me desligarei de qualquer amarra que me prenda. O meu Senhor é fantástico, é muito, muito, muito maravilhoso!

Ele me chama de amigo, companheiro, alguém que nEle confia e em quem Ele mesmo pode confiar. Não trairei o meu amado Senhor; não darei esse gosto ao adversário. Ainda que fosse necessário passar a vida toda arrastando-me sobre cacos de vidros, não negaria o meu Amado, não O trairia nem O entristeceria de modo algum; afinal, Ele é o meu único e verdadeiro Amigo. O meu casamento com Ele é eterno e inseparável.

O convite do Senhor é que eu vá ao Seu encontro. Portanto, tenho pressa, pois preciso encontrá-lO. Não posso – nem irei – faltar a esse maravilhoso encontro. Que encontro! Encontrarei o meu Rei, o meu Senhor e meu Deus, e, para sempre, sempre, sempre ao Seu lado estarei. Então, viverei no mundo da felicidade, onde não existe dor, tentação nem os demais infortúnios. Farei tudo para não perder esse tão lindo encontro.

E você, amado leitor? Não gostaria de conhecer o Senhor na beleza da Sua santidade? Não gostaria de ter uma fé viva e eficaz nAquele que realmente manda e resolve todas as coisas? Então, aceite-O agora, pois Ele está batendo na porta do seu coração (Ap 3.20). Certamente, se O receber como o Senhor da sua vida, não se arrependerá.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares