28/10/2012 - CONTENTANDO-SE COM O QUE SE TEM

Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. 

Filipenses 4.11

Toda pessoa deveria examinar-se, a cada dia, se está ou não firme no Senhor. O inimigo se esforça para nos tirar da nossa posição no Filho de Deus, e muitos se deixam levar pelas suas tentações. Tudo aquilo que não vem do Altíssimo, que contraria a Palavra, não deve sequer ser admitido em seu pensamento, pois o que você pensa hoje é o que será amanhã. Portanto, se permitir que pensamentos errados surjam em sua mente, você se tornará um pecador.

O Senhor quer que sejamos firmes na fé e vivamos de modo santo e agradável (1 Ts 4.3), pois, assim, o inimigo não encontrará lugar para fazer morada em nós. Quem, por exemplo, deixou-se levar por alguma paixão proibida – e ainda sente que ela poderá tornar-se algo real – deve buscar do Senhor a purificação de sua mente, seus desejos e sonhos. Ele fará isso por causa do sangue de Jesus, derramado para a nossa santificação.

O Senhor deseja que o Seu Corpo – a Igreja – seja sempre santo. Por essa razão, os que se decidirem a fazer a obra divina devem ser ajudados tanto quanto possível. Os salvos têm o nome escrito no Livro da Vida; por isso, têm de ser ajudados a cumprir a missão que lhes foi dada. Assim, não só eles serão abençoados, mas também todos os que foram chamados para cumprir o plano divino. Um irmão forte e firmado no Todo-Poderoso significa uma bênção em nossa vida.

Aprenda a se regozijar sempre no Senhor (Is 61.10); a pessoa que não o faz vive amargurada, e, em razão do mau humor dela, o diabo, de algum modo, consegue atingir-nos. Se todos aprendessem a viver vitoriosamente, os demais membros do Corpo de Cristo se tornariam bem-sucedidos também. Nossa equidade deve tornar-se notória a todos, pois o Senhor está perto. É importante ressaltar que quem está sempre descontrolado faz os outros também se descontrolarem.

Não se deixe inquietar por nada; se tem necessidade de algo, peça ao Pai. Que da sua boca sempre saiam orações e súplicas com ação de graças, para que a paz de Deus, que excede todo entendimento, guarde seu coração e seus sentimentos em Jesus (Fp 4.6,7). Então, seus pensamentos estarão sempre voltados para o que é verdadeiro, bom, honesto, justo, puro, amável, de boa fama e aquilo em que haja alguma virtude (v.8). Desse modo, você se tornará invencível.

Esse é o tipo de Igreja vitoriosa que agrada ao Senhor. Jesus pagou um alto preço para que fôssemos o retrato da Sua glória. Temos de imitar o exemplo daqueles que, nos tempos bíblicos, agradaram ao Senhor, pela maneira que Lhe serviram. Creia: se o modo como vivermos for agradável ao nosso Deus, sem dúvida, Ele satisfará os desejos do nosso coração (Sl 37.4). Então, amado leitor, mãos à obra!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares