03/11/2012 - AS LIÇÕES DA GRAÇA

Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente.

Tito 2.11,12

O Senhor Jesus trouxe para a humanidade a graça e a verdade. Esse mover de Deus em nossa direção muda por completo a vida de quem aceita o Evangelho. Com o recebimento de Jesus como nosso Senhor, passamos a desfrutar da salvação. Contudo, a obra não acaba com esse belo ato, pois a graça do Pai nos ensina muito sobre o que Ele deseja que façamos, evitemos ou expurguemos de nossa vida.

O cristão em tudo tem de dar exemplo. As suas obras devem falar mais do que as suas palavras. Quanto a qualquer aspecto da doutrina de Cristo, temos de ser nota dez. Nossas ações não podem envergonhar o Senhor, pois fomos salvos para fazer a Sua obra a tempo e fora de tempo (2 Tm 4.2). Quem se deixa ensinar pelo divino Espírito na Palavra torna-se padrão de procedimento que muitos imitarão.

Nunca devemos mostrar sinais de corrupção. É mais produtivo perder algo que não temos certeza de que vem de Deus do que colocar a mão naquilo que o inimigo nos oferece. Com relação a tudo que sabemos ser da vontade do Senhor, temos de ser firmes, constantes e, ao mesmo tempo, sinceros, a fim de que nosso procedimento não provoque o desvio de alguma pessoa. A nossa linguagem, por exemplo, sempre deve ser sadia e sem causa de repreensão.

O nosso viver deve sempre glorificar o Senhor Deus e envergonhar o inimigo. Triste é quando o contrário ocorre. Definitivamente, não podemos deixar o diabo falar nada de ruim a nosso respeito, pois, se isso acontecer, ele não respeitará as nossas determinações. Bom é quando os filhos de Deus dão exemplo de sua fé no trabalho e, então, o patrão deles diz aos seus pares que está impressionado com os cristãos.

O servo do Senhor não pode defraudar ninguém, pois ele serve a Jesus, que é puro e manso de coração. Os filhos de Deus têm de ser leais, para que sejam tidos como ornamentos do Senhor (Tt 2.10). Além da salvação, a graça divina nos ensina a renunciar toda falta de respeito à Palavra, bem como os desejos desenfreados. Assim nós viveremos de modo que o Altíssimo seja sempre glorificado.

Os que desejam agradar ao Senhor devem viver aguardando a vinda dEle a qualquer hora. Então, quando isso ocorrer, eles serão aceitos na glória. Lute para viver de modo sóbrio, justo e temente a Deus. Isso lhe fará um bem tremendo, e assim o Evangelho será mais bem aceito pelos perdidos. Que a sua vida jamais seja a causa do tropeço de alguém. Isso é fácil, pois Jesus Se deu para nos remir de toda injustiça.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares