17/05/2013 - A SUA ALMA TEM DE SAIR DA PRISÃO

Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem.

Salmo 142.7

A alma de toda a humanidade estava na prisão, tendo em vista que Adão, nosso primeiro pai, ao pecar, colocou-nos debaixo da influência do maligno. No entanto, quando Jesus pagou o preço da nossa redenção, fomos livres da condenação do pecado. Hoje, não temos absolutamente que aceitar nenhuma ordem do diabo, nem mesmo nos submeter aos seus caprichos. Afinal, fomos completamente libertos pelo Filho de Deus por meio de Sua morte na cruz do Calvário.

Se o cristão pecar, ficará novamente na mão do opressor. Então, será preciso uma confissão sincera e verdadeira, bem como um arrependimento completo e total para se livrar do cativeiro do inimigo. Se ele apenas deixar de praticar a iniquidade, ainda não estará livre, pois, mesmo que se tenha passado 50 anos ou mais, é necessário fazer a confissão, já que a antiguidade do erro não irá redimi-lo de sua transgressão.

O Senhor Deus é fiel e justo para perdoar (1 Jo 1.9) e salvar àqueles que se arrependem e aceitam Jesus como Salvador e Senhor. Porém, para os que foram salvos, mas voltaram a cair em transgressão, não há outro modo de conseguir a libertação a não ser confessando seu erro. Só será perdoada a pessoa que confessar e deixar o pecado para trás. Por outro lado, de nada adiantará deixar de pecar, tendo em vista que aquele que não busca o perdão continua nas mãos do inimigo.

Sem liberdade, a sua alma não consegue louvar o Nome do Senhor. Por mais que alguém tente caminhar na luz, se não for libertado da prisão espiritual que o mantém sob a autoridade de Satanás, ele não sairá para a liberdade. Quem aceita o plano da salvação, recebendo Jesus como Salvador, é feito nova criatura e, por isso, não deve mais nada ao diabo (2 Co 5.17). Contudo, se cair em transgressão, terá de confessá-la a Deus.

Quando a igreja está em oração, acontece um fato lindo. O Senhor toma alguns para orar nas línguas dos anjos e, então, na intercessão que fazem, rodeiam a pessoa que foi salva com suas orações, e ela fica de fora da ação do maligno. É maravilhoso o que Deus faz por todos os que Lhe servem na graça que foi derramada sobre eles. Quem já foi liberto deve esforçar-se para não pecar de novo, a fim de que algo pior não lhe suceda.

Se já é salvo, não se submeta à vontade de Satanás, pois, ao aceitar o sacrifício de Jesus em seu favor, você adquiriu libertação completa dos sofrimentos. Agora, pode usar o Nome de Jesus contra qualquer ato do diabo. Por isso, seria bom ver se ainda existe algo de errado em você, e, se houver, desfaça-se disso para sempre. Assim, poderá desfrutar da liberdade que há na fé em Jesus.

Em Cristo, com amor,

R. R.Soares