20/09/2013 - COLOCANDO VINHO NOVO EM ODRES NOVOS

E aconteceu, depois disso, que andava de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus; e os doze iam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com suas fazendas.

Lucas 8.1-3

Se seguirmos o exemplo deixado pelo Senhor Jesus, não teremos de tentar reformar nenhuma organização religiosa. Não existe na Bíblia nenhuma orientação de Deus sobre lutar para preservar o nome de uma igreja. Nos Céus, não entrarão as religiões com os seus bens, mas, sim, pessoas nascidas de novo. Isso nos mostra que o amor ao Senhor deve ser maior do que o da placa da denominação que frequentamos.

Veja bem, não estou pregando desobediência à liderança das igrejas. Na verdade, os ministérios levantados pelo Senhor que continuam servindo a Ele, segundo as Escrituras, são guardados e protegidos por Ele (Sl 97.10). No entanto, quando o Altíssimo chama alguém para fazer uma obra nova, pelo fato de a igreja atual estar desprezando a direção divina, tal indivíduo deve lembrar-se de que o vinho novo precisa ser colocado em odres novos.

Jesus não escolheu nenhum dos Seus discípulos do grupo sacerdotal do judaísmo. Ele chamou pessoas comuns, como as mulheres descritas por Lucas, a fim de ajudá-Lo na evangelização. Imagine se algum sacerdote tivesse sido eleito apóstolo! Será que ele teria discordado do Senhor sobre Suas mensagens? É bem provável que sim. Como o Mestre nos deu o exemplo em tudo, é bom seguirmos mais esse.

Maria Madalena, que fazia parte do Seu grupo, era possuída por sete demônios. Somente Deus sabe o que essa mulher fazia antes de ter sido liberta e salva. No entanto, depois, como nova criatura, ela pôde seguir a “caravana” do Mestre e ajudar na obra. Todos os que também tiveram uma vida errada, mas foram salvos e convocados pelo Senhor para o Seu ministério, estão aptos a ser usados pelo Altíssimo.

Muitos candidatos ao ministério são elevados a tal posição por pura motivação humana e, em alguns casos, demoníaca. Essas pessoas darão um péssimo testemunho e, ainda, poderão ser a causa de muitos se desviarem e nunca quererem dar ouvidos ao Senhor. É inevitável que venham escândalos, mas ai daquele por intermédio de quem eles vierem (Mt 18.7)! Os servos de Deus precisam estar 100% libertos.

Se ainda tem guardado em seu coração um pecado o qual você dizia que jamais confessaria, sente desejos malignos pecaminosos fortíssimos e, de vez em quando, os pratica, busque a ajuda de um homem de Deus. Não permita que o diabo continue a dominá-lo.

De Maria Madalena Jesus expulsou sete demônios. Se tivesse ficado um só no coração dela, tal espírito maligno seria senhor da vida dela, e ela lhe obedeceria. Você tem de estar completamente liberto para não ser usado pelo diabo, mas, sim, pelo Senhor.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares