27/11/2013 - COMPLETO PARA A LUTA

De maneira que nenhum dom vos falta, esperando a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo.

1 Coríntios 1.7

Já ouvi muitos pregadores falarem que a igreja de Corinto era carnal. Na verdade, houve alguns casos isolados naquela grande congregação que trouxeram vergonha para o Evangelho. Contudo, não é correto julgar toda a igreja como carnal, se nela não faltava nenhum dom. Isso prova que, se, por um lado, havia alguns estragas-raça, por outro, havia pessoas que viviam a plenitude da Palavra.

O fato de não faltar dom àquela igreja mostra que aqueles cristãos serviam ao Altíssimo. Ora, as habilidades – os dons – que Ele nos dá são completas em si. Com elas, podemos fazer as mesmas obras realizadas por Jesus. O pastor que conseguir fazer o seu rebanho abundar nos dons terá uma igreja viva e atuante.

O que falta para isso ocorrer? Essa é uma boa pergunta a ser feita ao Senhor e a nenhuma outra pessoa. Agora, se um pastor garantir ter a resposta, pergunte-lhe se a congregação dele tem recebido também todos os dons. Como podemos crer em quem sabe apontar erros e ensinar a consertá-los, mas ainda não conseguiu fazer a sua congregação ter todos os dons em evidência?

Quando Deus vê o líder de uma igreja com o coração limpo de coisas pecaminosas, cumpridor dos mandamentos e decidido a ser usado na obra divina, reveste-o com sabedoria e unção. Assim, veremos tal congregação se tornar uma bênção como jamais outra o foi. A mudança que queremos na Igreja, na família e na sociedade, precisa ocorrer primeiro em nós.

A verdade é que os planos são do Senhor e não nossos. Se Ele nos separou para o ministério, batizou-nos com o Espírito Santo e nos tem ensinado a fazer Sua obra, o que estamos esperando? Será que não temos nos envolvido com assuntos desta vida? É fato que a direção precisa vir dEle, mas, com tudo o que Ele tem feito em nosso meio e por nós, o que estamos esperando?

O Altíssimo não nos concederá os dons para ficarmos exibindo-os como sinais de que somos melhores ou mais importantes. Nenhum guerreiro do Senhor jamais deveria portar-se com leviandade ou com outro espírito. Para quem, de fato, serve a Deus o que importa é se Ele está aprovando ou não a obra. Os verdadeiros filhos do Altíssimo só tem uma vontade: obedecer ao Mestre em tudo.

Portanto, busque os dons do Espírito, pois, sem eles, você não fará nada de bom na obra de Deus. No entanto, não fique esperando para ver se já os tem, fale de Deus para os perdidos e oprimidos. Então, você verá o quanto será usado. Proponha nunca tocar na glória que só pertence ao Altíssimo. Quem cumpre a missão com louvor no último Dia não será confundido.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares