01/01/2014 - JÁ CHEGOU A PLENITUDE DOS TEMPOS

Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.

Gálatas 4.4,5

Essa declaração de que a plenitude dos tempos já chegou é de vital importância para quem deseja ser bem-sucedido na vida. Não se trata de um assunto religioso ou de uma filosofia criada por alguém, mas da verdade que todos precisam conhecer. Sem essa revelação, o diabo continuará a oprimir todos e, tristemente, também alguns filhos de Deus. No entanto, todo aquele que conhecer a verdade será libertado por ela (Jo 8.32).

Com essa chegada, aprendemos que todas as promessas se cumpriram e, agora, temos acesso a todas elas. Não precisamos pedir que o Altíssimo as realize, mas, sim, determinar que elas, em Nome de Jesus, ocorram em nossa vida. Se você precisa de alguma libertação, determine-a neste momento.

Não há mais nenhuma promessa a se cumprir para que alguém tenha saúde, paz, perdão, prosperidade, dentre outras. Nós podemos viver livres e satisfeitos completamente. O que diz respeito à nossa felicidade se cumpriu com a chegada da plenitude dos tempos. Já é realidade a nossa adoção como filhos de Deus, por isso não nos podemos deixar enganar pelo diabo; afinal, em Cristo, a nossa redenção é completa.

Jesus veio para buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19.10). Sem dúvida, Ele não fracassou na missão dada pelo Pai. Ao contrário, essa é a revelação do versículo que estamos estudando. Portanto, não importa o que o maligno tem feito ou ameaçado fazer com a sua vida. Neste momento, você está completamente livre do império das trevas e pode não só declarar a sua liberdade, como também começar a viver da maneira que agrade ao Senhor e a você.

Veja bem: em Jesus, fomos feitos filhos de Deus; por isso, não há mais nenhuma condenação para nós (Rm 8.1). Qualquer fraqueza existente no seu caráter, no seu corpo, na sua alma e na sua fé pode ser destruída agora. Em Cristo, você é mais que vencedor (Rm 8.37). Ele o amou para que você pudesse amá-Lo, tendo e cumprindo os Seus mandamentos (Jo 14.21). Isso tudo para que você se liberte de todo envolvimento mau e possa ir para os Céus na volta do Senhor.

Temos de andar como filhos da luz, como solucionadores de problemas (Ef 5.8). Por isso, não se deixe vencer pelo tentador, pois, em Jesus, você já o derrotou. Em vez de ser um peso para alguém, seja uma bênção. Em vez de pecar, leve o próximo a viver decentemente. Deus o abençoará por qualquer ato bom realizado pelo próximo.

Os que são filhos do Altíssimo têm acesso a tudo o que o Pai é e possui. Então, não viva em escassez nem deixe de assumir o que aprender na Palavra de Deus. Quando o Senhor nos abre o entendimento sobre alguma bênção que temos em Cristo, ela passa a ser nossa. É só questão de tomar posse dela para desfrutá-la.

Em Cristo, com amor e poder,

R. R. Soares