22/07/2014 - A NOSSA GRANDE HERANÇA

Assim diz o SENHOR: O trabalho do Egito, e o comércio dos etíopes, e os sabeus, homens de alta estatura, se passarão para ti e serão teus; irão atrás de ti, virão em grilhões e diante de ti se prostrarão; far-te-ão as suas súplicas, dizendo: Deveras Deus está em ti, e nenhum outro deus há mais.

Isaías 45.14

Nada se compara ao que o Senhor fez por nós na obra de salvação, a qual exigiu a morte do Seu Filho em nosso lugar. Estávamos lá, fomos crucificados com Jesus, morremos e fomos sepultados com o Senhor. Quando Deus O vivificou, também fomos vivificados e ressuscitamos com Ele (Cl 2.13). Por isso, quem O recebeu como Salvador consegue a justificação de todos os pecados.

O decreto do Altíssimo garante que seremos abençoados com a obra dos mais laboriosos da Terra. Perceba que isso foi prometido 700 anos antes de Cristo nascer. Então, hoje, o cristão não pode continuar na miséria e em qualquer sofrimento. A obra da nossa recriação foi mais perfeita do que a da criação. Nesta, ao sermos feitos do barro, recebemos o fôlego de Deus. Ao aceitarmos Jesus, fomos recriados nEle; logo, temos parte dEle em nós.

Os egípcios eram capazes de concretizar obras maravilhosas, pois tinham dons que os demais não possuíam; agora, segundo o texto bíblico, eles são trazidos para nos ajudar. A verdade é que os salvos se tornarão líderes incontestes. Essa promessa é sua, para que você clame e espere o cumprimento dela. Assim, o que fizer será bem elaborado e admirado por todos; com isso, o Senhor será louvado com o que lhe acontecerá. É tempo de crer e realizar aquilo que Ele tem determinado para sua vida.

Do mesmo modo, os etíopes, peritos em negócios, irão se juntar a nós para serem nossos ajudadores. Há, ainda, a promessa dos sabeus, homens de grande estatura, que nos fazem refletir sobre os nobres, estimados entre todos, os quais se tornarão nossos auxiliares. Creia em promessas como essas e as reivindique, a fim de que o Todo-poderoso as torne reais. Procure do Altíssimo o entendimento que Ele almeja lhe dar a esse respeito.

É importante que a graça divina atue em seu interior, pois, assim, as pessoas que a virem em sua vida sentirão o desejo de se juntar a você e ajudá-lo a servir ao Senhor. Você não foi chamado para ser um “parasita” na fé, alguém que nunca melhora, não é curado, não prospera nem se santifica e, por isso, dá um péssimo testemunho do que significa ter fé em Deus. Pelo contrário: você pode e deve ser uma bênção para todos.

Nenhum desses povos mencionados no versículo, por melhores que sejam, têm de ser exemplos para os servos de Deus. Os salvos é que precisam assumir seu lugar em Cristo e mostrar que ter nascido de novo foi importante, a fim de auxiliar outros irmãos a conquistarem o que o Altíssimo lhes deu. Entenda que o seu testemunho impactará os que virão e se colocarão diante de você, enviados pelo Senhor. 

Eles nos servirão em amor, pois o Pai os amarrará com grilhões de Sua misericórdia que jamais serão quebrados. Para se tornar vencedor, o cristão precisa apropriar-se do que a sua fé em Cristo lhe diz. Quando fizer isso, aqueles apontados pelo Altíssimo reconhecerão que Ele está com você. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares