08/08/2014 - O SENHOR É A SAÍDA

A nossa alma espera no SENHOR; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo. 

Salmo 33.20

É incrível, mas encontramos pessoas as quais, supostamente, têm fé em Jesus, mas lutam para levar vantagem em tudo e, com isso, perdem-se completamente. Esse foi o pecado de Acã, na ocasião da tomada de Jericó (Js 7.21). Mesmo vendo a grande operação do Senhor, ele se deixou levar pelo demônio da cobiça e escondeu algo de valor. Depois, como recompensa pelo seu perverso ato, foi morto. Não cobiçar é mandamento de Deus para Seu povo.

A alma do cristão tem de estar preparada para recusar qualquer ajuda que não venha do Senhor; do contrário, haverá grave punição. O Altíssimo havia preparado e enviado um profeta para uma obra especial em Betel. Naquele tempo, o rei das dez tribos era Jeroboão, homem violento e idólatra. O homem de Deus fez tudo como foi mandado e obteve sucesso; porém, acreditou na mentira de um profeta velho e pagou com a própria vida sua prevaricação (1 Rs 13.26)

Embora a situação esteja difícil e, aparentemente, não haja saída, “não jogue a toalha”. Os ímpios têm a mesma atitude de Saul quando estava em apuros com os filisteus. O profeta Samuel tinha dado um prazo, mas atrasou-se por sete dias. Em seu desespero, o rei não quis mais esperar e ofereceu o holocausto (1 Sm 13.8,9). Se tivesse confiado no Senhor, Saul teria esperado. Em suas decisões, prove se confia ou não em Deus.

Talvez, o Altíssimo não esteja operando em sua vida por duas causas: falta de fé, ou ainda não chegou a hora exata de Ele dar um basta na situação (Mt 17.20; At 1.7). Se for o primeiro motivo, peça a direção dEle, pela Palavra, para solucionar o problema, e a sua fé será aumentada. Caso o Senhor não tenha decidido agir, não faça nada, só espere. A volta de Cristo só se dará por única e exclusiva decisão do Pai. A nós compete perseverar a fim de não Lhe desagradar.

Havendo total confiança na Palavra, você consegue chegar à medida de fé exata para o Altíssimo operar (Rm 10.17). Quem der ouvidos ao Senhor obterá as condições para suprir sua necessidade. Não adianta ficar pedindo oração a todo mundo, pois, às vezes, falta mesmo uma decisão de obedecer a Deus, como ocorreu com o pai do menino epilético de Marcos 9.14-27.

Se não for falta de fé, aguarde o Altíssimo, pois Ele entrará em ação na hora certa (Jo 7.6). Mas veja bem: as coisas reveladas na Bíblia já nos pertencem, porém as ocultas só o Pai sabe quando as executará. A cura, o perdão e as demais bênçãos necessárias para vivermos dignamente nos foram entregues pelo bom Deus (2 Pe 1.3). Portanto, não aceite o fato de que a sua cura não está no tempo dEle.

O Senhor é o seu Auxílio. Do que mais você precisa? Como seu Escudo, Ele não deixará nada do inimigo atingi-lo (Sl 91.10). Não negocie com o diabo, pois mal algum pode chegar à sua casa. No entanto, caso se cale, não vigie e não tome conta do que é seu, ele irá oprimi-lo, e você poderá dizer que não entende a fidelidade de Deus. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares