11/08/2014 - ESTRANHOS ATOS DE DEUS

Porque o Senhor fizera ouvir no arraial dos siros ruído de carros e ruído de cavalos, como o ruído de um grande exército; de maneira que disseram uns aos outros: Eis que o rei de Israel alugou contra nós os reis dos heteus e os reis dos egípcios, para virem contra nós. 

2 Reis 7.6

Os atos de Deus não podem ser comparados com os do homem, pois são maiores, melhores e mais perfeitos. O Altíssimo conhece todas as coisas e sabe o que é necessário fazer para as pessoas se libertarem das opressões malignas. Ele quer a nossa plena realização e, para isso, mostra-nos a saída de todos os problemas. É só confiar em Sua Palavra.  

A impiedade do rei de Israel fez Jerusalém ficar sitiada e sem víveres para a população. A mesma coisa acontece com quem está preso em si mesmo, pois a sua impiedade faz o inimigo coagi-lo. Aqueles que confiam no Senhor não precisam se lamentar, porque encontram, na Palavra de Deus, a resposta para qualquer adversidade. Já quem desconsidera o conselho divino está sempre em dificuldades.

O rei só despertou para a trágica condição da nação quando duas mulheres fizeram um pacto diabólico. Infelizmente, muitas pessoas só despertam para a verdade quando não há mais solução para elas; então, em vez de buscarem o bom e misericordioso Deus, procuram auxílio na fonte errada. Ora, o diabo jamais fará bem algum, pois ele só vem para roubar, matar e destruir, conforme disse Jesus (Jo 10.10a).

Acabe culpou o profeta e não a si próprio, o qual era o verdadeiro responsável. No ser humano, isso é normal. Se acontece algo errado no lar, a parte culpada emudece e, quando pode, joga a culpa no inocente. O pior é que muitos não acordam para o fato de que não adianta esconder o erro, porque, mais cedo ou mais tarde, a verdade virá à tona. Os desmascarados nesta vida são sortudos, visto que ainda podem se arrepender.

Da maneira que Eliseu profetizou aconteceu. Esteja atento a quem está sendo usado por Deus, pois a profecia pode vir durante a mensagem, em uma conversa informal ou mesmo diretamente. O que alguém falar pelo Espírito ocorrerá, embora as pessoas não queiram admitir. Sendo o Altíssimo a Fonte da informação, nunca haverá engano.

Quatro leprosos foram usados para dar a boa notícia ao rei (2 Rs 7.8-11), o qual, no coração, era mais imundo que eles. Veja bem, não podemos julgar ninguém, principalmente, os sofredores. Achar que a razão de alguém ter contraído uma moléstia incurável é por causa de pecado pode ser um grande erro. A solução para qualquer mal é uma só: dar ouvidos às palavras vindas do Pai.

A resposta certa saiu da boca do homem de Deus. Por isso, viva sempre em comunhão com Ele. Não há como dar errado nem ser anulado o que o Senhor falou. Quando Ele age, ninguém pode impedi-Lo (Is 43.13). Não é bom querer ser profeta, mas, se o Altíssimo quiser usá-lo, não se oponha; afinal, o Todo-Poderoso sabe fazer Sua obra.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares