02/01/2015 - A PALAVRA SUFOCADA

E outra caiu entre espinhos, e, crescendo os espinhos, a sufocaram, e não deu fruto.

Marcos 4.7

Na agricultura, uma terra cheia de espinhos não serve para nada. Na vida espiritual, quando um filho de Deus se deixa fascinar pelas coisas do mundo, torna-se sem valor. Há muitos reclamando que o Senhor já não opera na vida deles nem responde suas orações como antes, e a carne ganha domínio sobre eles.

Jesus disse que os espinhos são os cuidados deste mundo, os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas – elementos que tornam as pessoas infrutíferas. Com o passar do tempo, deveríamos ficar mais fortes no Senhor e na força do Seu poder (Ef 6.10), mas não é o que tem acontecido com alguns irmãos. Se isso tem ocorrido com você, é hora de entender por que deixou o Altíssimo e, com urgência, voltar ao primeiro amor.

Retire os espinhos do seu viver. De outro modo, o Todo-Poderoso não o abençoará como fez no início da sua vida cristã. Não é bom deixar que essa advertência do Mestre seja esquecida. Você está se perdendo com o que sufoca a Palavra. A Semente tem a missão de operar em seu viver, podendo torná-lo um guerreiro bem-sucedido. No entanto, se não remover esses obstáculos, nada acontecerá.

Os cuidados do mundo atrapalham a obra de Deus. Por que se preocupar com o que comerá ou vestirá amanhã? Se o Senhor sustenta as aves dos céus, e nada lhes falta, e veste os lírios do campo de modo tão lindo, que nem mesmo o homem mais sábio do mundo conseguiu se vestir (Mt 6.28,29), o que Ele não faria por você, que é fiel e obediente aos Seus mandamentos (v. 30,31)? Não deixe nada impedir a sua comunhão com o Altíssimo.

Os enganos das riquezas levam ao empobrecimento do homem. São inúmeros os filhos de Deus em busca da abundância material e, com isso, não conseguem a prosperidade espiritual. Por que ser pobre das coisas eternas e rico das que têm um destino horrível – serão queimadas no fogo – esperando por elas? Sem dúvida, a verdadeira abastança jamais nos será tirada. Porém, quanto aos bens terrenos, eles também atraem ladrões e toda sorte de males (Mt 6.19).

As ambições de outras coisas imobilizam a alma dos mais consagrados servos do Senhor e os levam ao sufocamento espiritual. Então, por mais que a pessoa se esforce, ela não conseguirá se livrar da maldição de ter abandonado o Caminho. Quando você deixa a cobiça tomar conta da sua vida, é como se abandonasse o Manancial de águas vivas e cavasse cisternas rotas (Jr 2.13), que não retêm água. O que você prefere: asfixia ou liberdade? 

Se a Palavra não se cumpriu em sua vida, é porque você não tirou os espinhos do seu coração, pois, sufocada, ela não tem como produzir frutos. Fuja da fascinação da riqueza deste mundo e terá a plenitude eterna. Fuja dos cuidados da vida, e o Senhor cuidará de você até a sua partida. Fuja da ambição de outras coisas, pois, nEle, você já tem o melhor.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares