13/01/2015 - ENSINO APROVEITADO

Ensinaste-me, ó Deus, desde a minha mocidade; e até aqui tenho anunciado as tuas maravilhas. 

Salmo 71.17

O prazer de um mestre é ver seus alunos bem-sucedidos nas provas a que se submeterão. Sem dúvida, o Mestre Onisciente jamais deixará de lhe dar as informações necessárias a você hoje ou no futuro. Portanto, se quiser vencer sempre, considere tudo o que lhe for ministrado, pois, se houvesse algum meio de sair de uma provação ou ganhar uma batalha sem a ajuda divina, por certo o Senhor teria ensinado.

A vida espiritual se assemelha à natural. Há o período em que se é bebê; a fase da infância; a intermediária, na qual não somos crianças nem jovens; a mocidade e a adulta. Por isso, é fundamental aprender com o Criador, pois Ele é o Único que conhece todas as coisas, inclusive a nossa capacidade de resistir aos contos do inimigo. Quem for ensinado por Jesus jamais falhará diante das pessoas e de Deus.

Na mocidade, você tem capacidade de entender a Verdade e preparar-se para cumprir o propósito de estar no Reino de Deus. Cada vez que aprender algo, creia e, assim, verá a fé surgir em seu coração. Deixe-a ser seu mestre, como fez a mulher siro-fenícia, a qual tinha uma filha endemoninhada. Ela aprendeu a passar pelas provas dadas por Jesus e, quando todas terminaram, sua filha estava liberta do demônio que a oprimia (Mc 7.26).

Guiado pelo que aprende, você saberá o que fazer em cada situação. Ao conhecer o plano de Quem o criou e a obra que Ele lhe deu a realizar, você deve se pôr a caminho, sem sentimento de indignidade. Então, poderá orar e crer que receberá o que tiver determinado. É importante lembrar-se de que o Mestre jamais ensina pelo chicote, pois Quem é manso e humilde de coração respeita o livre-arbítrio e supre as suas faltas (Mt 11.29).

Então, sabendo o que fazer e colocando-se para realizar a obra de Deus, sem medo, você pode crer que Ele irá à sua frente para abrir os caminhos e também estará ao seu redor a fim de não deixar o inimigo sequer tocá-lo. O sábio sabe o tempo e o modo (Ec 8.5); porém, deve seguir o que o Senhor ensina no dia a dia. Há a instrução geral, na qual se aprendem os mandamentos, e há a particular, em que é ministrada a obra como Deus quer, e isso lhe renderá um bom resultado.

Quem pratica a Palavra sabe que, ao chegar à velhice, a fé o sustentará, pois Deus jamais desampara os Seus. A fé é como a jovem bonita e formosa escolhida para aquecer Davi, uma vez que as velhas doutrinas, com o tempo, já não surtiam mais os efeitos desejados. Então, mesmo suas forças naturais diminuindo, você ainda produzirá filhos viçosos e abençoados. Em alguns casos, até a sua estrutura em decomposição operará, como fizeram os ossos de Eliseu (2 Rs 13.21).

O fim de quem ama a Deus é combater o bom combate, terminar a carreira e guardar a fé (2 Tm 4.7) e, então, esperar o momento de receber a coroa da justiça e passar a desfrutar da felicidade eterna. Um dia, com alegria, você receberá a ordem de partir e apresentar-se ao Capitão da nossa salvação, a Quem prestará contas de todos os seus atos. Aleluia!

Em Cristo, com amor, 

R. R. Soares