19/01/2015 - A RESPEITO DAS MISERICÓRDIAS DE DEUS

As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não têm fim. 

Lamentações 3.22

Os nossos erros poderiam levar o Altíssimo, que é um Fogo Consumidor, a nos destruir por completo, se não fossem as Suas misericórdias. Por isso, devemos aprender o que elas podem fazer em nosso favor, pois, assim, quando o maligno sussurrar em nossos ouvidos que não há mais jeito para nós, simplesmente riremos dele e nos firmaremos na fé. Porém, o Senhor não pode suportar uma vida entregue ao pecado, a qual insiste em negar tal ação.

Sendo o nosso Criador, isso é como se fosse uma provocação aos Seus santos olhos. Por mais que você se considere com razão, não se dê ao inimigo. Ora, se Deus permitiu que você passasse por tamanha prova, Ele tem uma recompensa grandiosa a lhe dar, se for fiel a Ele. A lei do Senhor exige que o pecador receba a punição do seu erro, pois de Deus ninguém zomba (Gl 6.7)

As misericórdias divinas falam em nosso favor, protegem-nos de sermos apanhados pelo inimigo e não permitem que Deus nos vire as costas. Além disso, levam-nos a desfrutar da Sua santa natureza, desde que reconheçamos o erro e nos acertemos com Ele. Elas são de crucial importância, pois, se o Altíssimo entrasse em julgamento com uma pessoa, inevitavelmente ela seria destruída. Temos muito a agradecer ao Pai pela Sua graça, não é verdade?

Veja que a Palavra afirma que elas são a causa de não sermos consumidos. Segure essa palavra para você ter o que responder quando o maligno vier convencê-lo de que Deus irá consumi-lo por um erro de sua parte – pequeno ou grande. Portanto, não se deixe levar pela conversa que contradiz as Escrituras. Mesmo que você tenha exagerado, pela Sua graça, Deus atenderá o seu pedido de perdão e o colocará de novo de pé diante dEle.

Se não fossem as misericórdias do Senhor, no grande Dia, quem permaneceria em pé diante do Deus santo? Não há como justificar uma só ação pecaminosa. Porém, se você tem caído em qualquer tipo de transgressão, não perca a sua chance de se endireitar com o Altíssimo e obter o perdão agora. O bom que esses favores divinos se renovam a cada manhã. Aproveite essa bondade do Senhor.

Jamais despreze a ajuda celestial, pois, com ela, você pode ter um recomeço sempre que houver necessidade. Agora, o melhor é nunca errar, mas, se o tiver feito, confesse tudo. Embora tenha ido longe na loucura do pecado e pensa que conseguiu “gastar” todo o estoque dessa graça divina, saiba que ela é infindável. A cada dia, o Pai nos surpreende com a renovação das Suas misericórdias. Deus é e age além do que poderíamos pensar.

Não abuse da graça do Senhor, pois, quando o pecado é intencional, fica bem difícil obter a libertação. Dê um basta nas tentações, confessando suas fraquezas e recebendo o perdão. Ao obter o favor, seja grato. Você demonstra sua gratidão andando de modo digno da vocação celestial. Portanto, seja uma bênção para a humanidade.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares