24/01/2015 - O REINADO DO SUCESSOR

E Salomão se assentou no trono de Davi, seu pai, e o seu reino se fortificou sobremaneira. 

1 Reis 2.12

As escolhas do Senhor devem ser respeitadas e, se alguém mentir sobre a direção dada pelo Altíssimo à Sua obra, não será necessário se revoltar contra tal engano. Afinal, o próprio Deus Se encarregará de fazer prevalecer a Sua decisão. Se a congregação for santa, sem dúvida, o Altíssimo a vigiará e guardará. Quanto à substituição de um líder, este deve ser o primeiro a reconhecer que é tempo de escolher seu sucessor.

Erramos em nossa escolha ao olharmos para os padrões aceitos pela sociedade. Desse modo agiu Samuel em relação a Eliabe, um dos filhos de Jessé, o qual, por causa do seu porte físico, aos olhos do profeta pareceu ser o escolhido (1 Sm 16.6). Na mesma hora, o Senhor interveio, repreendendo Seu servo. Todo cuidado é pouco para não “meter a mão” na arca, ainda que esteja pendendo para um lado. 

Tempos depois, Salomão foi indicado pelo Altíssimo; então, todos deveriam aceitá-lo. Tão logo o fizeram rei, Salomão assentou-se no trono de Davi, seu pai. Do mesmo modo, ao entendermos que fomos colocados por Jesus como reis para o nosso Deus, temos de assumir a soberania sobre a nossa vida. Todos possuem algum tipo de ministério a desenvolver, e quem for sábio precisa reinar com o Senhor, debaixo da autoridade da liderança. No caso de Salomão, era uma situação de substituição, o que também pode ocorrer com você mais dia ou menos dia.

Agora, ficar chorando a partida de um líder não é algo produtivo. Na verdade, ele até deve ser incentivado a assumir a vontade do Senhor e continuar servo no descanso ou em outra missão. Chore, sim, pelos perdidos, porque, se não forem salvos, irão para o suplício eterno. No entanto, quem assume o lugar de um grande líder tem de se esforçar para não fazer menos do que foi realizado; afinal, todo aluno deve superar o mestre. Salomão, em seu reinado, fortaleceu-se sobremaneira.

Não importa quão difícil pareça a tarefa; com a ajuda de Quem o escolheu, o seu fortalecimento é questão de dias e de crer. Deus sempre será com aquele que se dedicar a cumprir Sua vontade, mas o contrário se dará com quem for relaxado ou tiver outros propósitos. É triste ver alguém, a quem foi confiado uma obra, se deixar embaraçar com os negócios desta vida e perder sua grande oportunidade. Que isso nunca seja dito de você!

A pessoa que fizer o bem terá o Onipotente ao seu lado e, por isso, será magnificada. Não é preciso lançar os alicerces da obra, porque isso Jesus já fez. Agora, é só seguir as instruções sem se desviar para a direita ou para a esquerda. Temos um fundamento firme e sólido: o Senhor Jesus, nosso Mediador. De Salomão, de início, foi dito: “Tal pai, tal filho”. Que tais palavras também se apliquem a você!

Siga as instruções para executar a obra como convém. Infelizmente, por não ter dado atenção à Palavra e casar-se com muitas mulheres estrangeiras, no final de seus dias o coração de Salomão foi corrompido. Teria sido melhor se ele tivesse permanecido firme? Cuide-se para não cair!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares