25/05/2015 - USE O PODER PARA CONSOLAR

O qual vos enviei para o mesmo fim, para que saibais do nosso estado, e ele console os vossos corações.

Efésios 6.22

Todo cristão precisa desenvolver os dons que recebeu de Deus. Para isso, deve orar pedindo direção, pois ele não pode fazer nada sem Ele. Por outro lado, ao pedirmos Seu auxílio, temos a garantia de que seremos atendidos, e isso será feito para que o Pai seja glorificado. Então, preste atenção a tudo o que Ele lhe ordena e ponha-se em campo; com certeza, Ele o ajudará a realizar tal obra.

Nada é conseguido sem fé, a qual nos é dada por ouvirmos o Senhor. Com ela, podemos crer que já temos o suficiente para cumprir a vontade de Deus. Por isso, sempre medite no que sentiu ao dar ouvidos à Palavra; assim, em um abrir e fechar de olhos, a revelação lhe será dada. Os que acreditarem no Altíssimo jamais se decepcionarão, porque Ele cumpre Suas promessas.

O Senhor não quer que Seu povo viva à míngua, desamparado e sem forças para lutar, nem sofra as investidas de Satanás. Por isso, Ele nos tem dado o poder de nos consolar mutuamente. Os salvos possuem a autoridade para libertar os oprimidos, curar os doentes e trazer a solução aos problemas que atingem as pessoas, principalmente aquelas que não sabem se livrar das tentações.

Paulo era um embaixador de Cristo em cadeias e, para que os irmãos soubessem o que ele fazia mesmo preso, enviou Tíquico, um fiel ministro e companheiro seu. O apóstolo sempre usava o tempo e o lugar onde estava para mostrar que quem é de Deus não deve sujeitar-se às mentiras do maligno e, ainda que esteja diante de enganadores, precisa fazer prevalecer a fé em Cristo (At 13.8-10).

Quando tomassem conhecimento do estado de Paulo, aqueles irmãos teriam seus corações consolados pelo relato daquele ministro. As pessoas têm de saber como vivem os que vencem na fé em Jesus, a fim de que, quando estiverem sob alguma pressão ou ameaça maléfica, também se levantem e façam o Nome do Senhor ser glorificado com suas ações. Triste é ver cristãos dominados pelo medo, cheios de incertezas e fracos na fé.

Todos deveriam estar preparados para consolar os corações fracos, ajudando-os a passar por lutas e a receber as misericórdias divinas. Afinal, o que era necessário para levar o povo de Deus à vitória já foi concretizado. Agora, se mostrarmos como os vencedores do Senhor vivem, ajudaremos muitos a se tornarem filhos de Deus bem-sucedidos, que alegrarão o Pai.

O cristão que não busca poder para vencer as tentações nem respeita a vontade de Deus não serve a Ele. Ora, Jesus completou a obra vicária, para que o povo dEle fosse vitorioso. Mas, se alguns não estão vencendo as lutas da vida, é porque não têm assumido o que lhes pertence em Cristo.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares