22/07/2015 - E ELE SE TORNOU O SALVADOR DELES

Porque ele dizia: Certamente, eles são meu povo, filhos que não mentirão; e se lhes tornou o seu Salvador.

Isaías 63.8 – ARA

O que o Senhor tem em mente ao fazer algo em nosso favor ninguém sabe, mas, sem dúvida, é algo importante. Ele não planejaria o homem como uma coisa qualquer, e sim como um ser que participaria ativamente do Seu eterno propósito. Por isso, o Criador nos fez tal qual Ele é. Ainda que, agora, não entendamos a Sua completa dimensão, ao chegarmos ao Céu, nós O contemplaremos como Ele nos contempla.

O apreço do Senhor por nós é grande, pois, sendo criados à Sua imagem e semelhança, temos um importante papel a cumprir no Seu plano. Como Deus, Ele Se pôs em ação para iniciar a Sua vontade. Na nossa criação, as três pessoas da santíssima Trindade estiveram envolvidas, trabalhando em cada detalhe, e o mesmo se deu no processo da nossa salvação.

Com a queda, o nosso destino foi mudado. Então, Jesus Se sacrificou em nosso favor, porque não Se esqueceu de que somos Seu povo. Não pedimos que fôssemos criados, mas, ao aprendermos o que Ele tinha em mente em relação a nós, damo-nos prazerosamente a cumprir o Seu desejo. Os rebeldes, aqueles que não se dobram ante a Verdade, pagarão um alto preço no porvir, pois não haverá segunda oportunidade.

Ele espera que executemos a nossa missão com louvor. Portanto, jamais se deixe levar pela tentação de desistir ou não fazer o que Ele ordena, porque você não pertence a outro, senão a Ele – o Planejador e Executor da vida –, que não deve ser enganado pela Sua criatura. Cuidado com o diabo! Ele fará de tudo para lhe tirar a felicidade eterna.

Quando não tínhamos mais chance de ocupar o nosso lugar no Senhor, o coração dEle Se moveu em nossa direção, e Ele criou o plano da salvação. Agora, não há como o inimigo nos separar de Deus, a menos que atendamos a esse ser desprezível. O nosso resgate já foi realizado. Pelo simples fato de aceitar o que Jesus fez em nosso favor, nós nos tornamos um com o Senhor e, assim, somos salvos.

Ao dizer que Ele Se tornou nosso Salvador, podemos crer que isso continuará por toda a eternidade, pois Seus dons são irrevogáveis. Com isso, estaremos para sempre ao Seu lado, obedecendo à Sua vontade. Portanto, faça tudo o que for possível, mas de acordo com a Palavra. Não fique inventando algo para realizar como se Deus lhe falasse novas coisas. Tudo o que Ele deseja é que façamos o que está nas Escrituras.

Não é bom deixar de crer nem de fazer o que Ele nos ordena, pois, no obedecer a Ele, recebemos sabedoria e entendimento. Ao descumprir isso ou não dar atenção a um mandamento por menor que seja, você deixa de extrair aquilo de que mais precisará para não se submeter ao inimigo e cumprir com louvor a sua missão.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares